Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

MT: MEC planeja criação de Universidade Federal em Sinop 

O Ministério da Educação (MEC) está estudando a possibilidade de implementar a Universidade Federal do Nortão de Mato Grosso. 

A UFNMT será instalada no município de Sinop, a 503 km da capital mato-grossense. 

Além disso, os estudos realizados pelo MEC pretendem analisar as necessidades para a criação da universidade federal e como ela pode impactar positivamente a região. 

O pedido de criação de uma nova universidade federal foi realizado pelo senador Carlos Fávaro (PSD), através do projeto de lei apresentado em 2020, essa pode ser a terceira universidade federal do estado de Mato Grosso. 

Se você quer saber mais sobre a criação da UFNMT, acompanhe o artigo e fique por dentro do assunto! 

Leia mais notícias sobre o Mato Grosso: MT:  Cuiabá tem baixa procura pela vacinação por profissionais da educação.

Necessidades para a criação da Universidade Federal

Dentre as principais necessidades levantadas para criação da Universidade Federal do Nortão está a abertura de cargos de pessoal. 

Estima-se que ao menos 300 novos cargos seriam criados com um investimento inicial de cerca de R$8,3 milhões anuais aos cofres públicos. 

Segundo o secretário de Ensino Superior do Ministério da Educação, Wagner Vilas Boas de Souza, são necessários dois avais para a criação da universidade; são eles:

  • Aval do Palácio do Planalto 
  • Aval do Ministério da Economia 

Além disso, a criação da Universidade Federal do Nortão tem apoio da reitoria da UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso). 

Segundo o senador Carlos Fávaro, os estudos estão na fase qualitativa, para que a previsão de recursos esteja na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2022, para dar seguimento a sua criação. 

E então, gostou desta matéria? Não deixe de compartilhar com quem precisa saber desse assunto! 

Não deixe de ler também – SP: Programa investirá mais de R$ 30 milhões na compra de produtos íntimos femininos para escolas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.