Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Metade dos venezuelanos que vieram ao Brasil perderam o emprego na pandemia

Quase metade dos migrantes venezuelanos que vieram ao Brasil perderam o emprego, ou a renda, nesta pandemia do novo coronavírus. Pelo menos é isso o que revela um dado de uma pesquisa da Acnur. Trata-se portanto do braço que cuida dos direitos dos migrantes e refugiados na Organização das Nações Unidas (ONU).

De acordo com a Acnur, 48% dos venezuelanos que estão em solo nacional tiveram essa perda de renda no período da pandemia. A situação, então, ficou ainda mais difícil para essas pessoas. Isso porque elas estão sem emprego no meio de uma pandemia em um país diferente. Boa parte deles, por exemplo, está longe da família.

Segundo os dados do próprio Ministério das Relações Exteriores, o Brasil abriga hoje cerca de 260 mil venezuelanos. A grande maioria absoluta deles veio ao Brasil em busca de melhores condições de vida. Isso porque a Venezuela segue vivendo uma grave crise econômica dentro do governo de Nicolas Maduro.

Analistas acreditam que essa perda de emprego para esse grupo de migrantes segue a lógica da perda de emprego para os brasileiros. É que durante a pandemia, muita gente acabou perdendo o trabalho porque muitas empresas não tiveram como se manter nessas condições atuais. É uma mesma história.

Além disso, esses especialistas afirmam que esses números mostram que não há motivos para acreditar que os venezuelanos estão roubando os empregos dos brasileiros. Isso porque quando a crise chega, ela costuma afetar todos ao mesmo modo, e talvez o grupo mais vulnerável acabe sofrendo ainda mais.

Venezuelanos no Brasil

Se por um lado boa parte dos venezuelanos estão perdendo o emprego no Brasil, por outro eles não estão reclamando muito. Ainda de acordo com a pesquisa da Acnur, cerca de 93% desses estrangeiros afirmam que gostam de como os seus novos vizinhos brasileiros os tratam.

Além disso, a mesma pesquisa revela que 77% deles não considera que sofreu qualquer tipo de discriminação desde que chegaram ao Brasil. Aqui, é importante lembrar que a polícia registrou casos de violência por causa de xenofobia, sobretudo no estado de Roraima nos últimos anos.

Seja como for, cerca de 78% dos venezuelanos afirmam que não estão querendo voltar para o país de origem deles. Isso significa dizer portanto que essas pessoas encontraram pontos que os agradaram nessa passagem, muitas vezes forçada, pelo país.

Auxílio para estrangeiros

De acordo com as informações do Governo Federal, esses venezuelanos que perderam o emprego podem receber o Auxílio Emergencial. No ano passado, o Palácio do Planalto permitiu que estrangeiros recebessem o benefício assim como os brasileiros podem.

E essa regra não mudou agora em 2021. De acordo com o próprio Ministério da Cidadania, que responde pelo Auxílio Emergencial, os estrangeiros podem receber o Auxílio desde que sigam as regras básicas de seleção como todo brasileiro.

Então se esse estrangeiro está desempregado e recebeu o Auxílio Emergencial durante o ano passado, por exemplo, ele está elegível para receber o dinheiro do programa. Assim como os brasileiros, ele também vai ter que passar pelo crivo do Dataprev. Essa é portanto a única forma de receber o Auxílio no país.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.