Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

MEC oferece curso gratuito para professores de alfabetização

Um novo programa de capacitação do MEC (Ministério da Educação) visa qualificar professores da área de alfabetização. Trata-se de um curso gratuito e que acontecerá a distância.

De acordo com o órgão, a qualificação, de nome Alfabetização Baseada na Ciência (ABC), se direcionará para 40 mil educadores. Com duração de 160 horas, e ficará disponível a partir de 11 de janeiro.

Os interessados em se capacitar precisarão acessar o curso no Ambiente Virtual de Aprendizagem do MEC (Avamec). Lá, os educadores aprenderão por meio de vídeos, conteúdos digitais de leitura, assim como poderão se organizar durante as aulas.

“O curso é composto por um manual teórico, de 24 capítulos, elaborado pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto. E um Programa de Intervenção Prático, desenvolvido pelo Centro de Investigação e Intervenção na Leitura do Instituto Politécnico do Porto. A Universidade Aberta de Portugal ficou responsável por gravar as videoaulas e produzir as legendas para o português do Brasil”, diz a nota do MEC ao lançar o curso.

A saber, o curso engloba noções fundamentais de alfabetização e de literacia emergente (que precede a instrução formal). Além disso, traz escopo sobre a aprendizagem da leitura e escrita e das dificuldades desse processo.

Edital para curso presencial em Portugal

Em razão da pandemia do novo coronavírus, a parceria da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), do MEC, com instituições de Portugal tem originado capacitações a distância. Trata-se de uma medida para garantir o distanciamento necessário no atual momento.

Não somente a Universidade do Porto, como também o Instituto Politécnico do Porto deram licença ao governo brasileiro para usufruir dos materiais para a capacitação dos educadores.

Do mesmo modo, professores brasileiros, a saber, terão a chance de realizar capacitação presencial em Portugal. De acordo com a Capes, haverá a abertura de editais para esses cursos nos próximos dois anos.

O investimento previsto pela autarquia é de R$ 6,3 milhões para a formação de professores alfabetizadores.

Segundo o ministro da Educação, Milton Ribeiro, espera-se que a capacitação dos decentes ajude a melhorar a qualidade da alfabetização dos alunos brasileiros.

“A iniciativa do MEC é lançar as sementes para que num futuro próximo, talvez não tão próximo, mas a médio prazo, as nossas universidades estejam recebendo jovens no mínimo alfabetizados”, afirmou o ministro.

Não deixe de ler também – Alfabetização: MEC lança jogo eletrônico para auxiliar aprendizado

Avalie o Texto.

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.