Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

MEC apresenta novo formato do Enem

O Ministério da Educação (MEC) realizou uma entrevista coletiva nesta quinta-feira, dia 17 de março, para apresentar o novo formato do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A avaliação passará por mudanças para a adequação ao currículo do novo ensino médio a partir de 2024.

A implementação do novo ensino médio começou a ser feita nas escolas neste ano, com início no 1º ano. O processo será gradual, de modo que alcançará o 3º ano do ensino médio em 2024, quando o ciclo de implementação chegará ao fim.

De acordo com a pasta, as provas passarão a ter questões discursivas, nas quais os estudantes deverão desenvolver uma resposta escrita e não só marcar uma alternativa. Atualmente, a prova conta apenas com questões objetivas e uma prova de redação. 

Assim, a pasta explica que as questões abertas serão valorizadas no novo Enem. “Estamos dando peso grande para a produção escrita do estudante”, afirmou o secretário de Educação Básica do MEC, Mauro Rabelo. 

Estudante poderão escolher a área de avaliação

A pasta informou ainda que o formato de aplicação do exame em dois dias está mantido. Mas a avaliação será feita em duas provas distintas das atuais. No primeiro dia, os candidatos farão as provas conforme o direcionamento da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e a prova de redação. As questões terão foco em Língua Portuguesa e Matemática, mas serão interdisciplinares.

No segundo dia, os participantes farão provas sobre os itinerários escolhidos por eles mesmos. Desse modo, há possibilidade de escolher a área do conhecimento para a prova. As opções permitem ênfase em áreas de linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e ensino técnico. 

“O novo Enem valorizará ainda mais a capacidade de reflexão e análise, além de contemplar a flexibilidade curricular, permitindo que as aptidões e as escolhas dos nossos jovens sejam consideradas”, ressaltou o ministro Milton Ribeiro. 

Com isso, a pasta confirma algumas sugestões já aprovadas e anunciadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) sobre as mudanças no exame.

Com informações da Agência Brasil.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também IF Goiano abre inscrições para as vagas remanescentes do Vestibular 2022; saiba mais.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.