100 maiores e 100 menores SALÁRIOS no Brasil; confira

Os salários são um fator crucial na determinação do valor e do reconhecimento de um profissional. No Brasil, diversos cargos apresentam variações significativas em seus salários médios de contratação. Segundo um levantamento realizado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), entre janeiro e junho deste ano, diretores de diversas áreas, engenheiros, professores de ensino superior e médicos foram os que tiveram os maiores salários médios de contratação em todo o país. Por outro lado, apresentadores de festas populares, produtores rurais e gandulas estão entre os cargos que registraram os menores salários médios de contratação no mesmo período.

Os Maiores Salários de Contratação no Brasil

Entre os 100 cargos com maiores salários médios de contratação no Brasil, apenas dois tipos de profissionais registraram um valor médio acima de R$ 30 mil. O cargo de diretor de riscos de mercado, extração mineral e utilidades ocupou a primeira posição da lista, com um salário de contratação de R$ 34.910,93. Em segundo lugar, temos o cargo de diretor de serviços de informática, com um salário médio de R$ 30.552,06.

Além desses dois cargos, outros sete aparecem com salários acima de R$ 20 mil no levantamento. A maioria deles são de diretores de diferentes áreas, como produção, comercial e recursos humanos. No entanto, também encontramos outros profissionais nessa lista, como engenheiro aeronáutico, professor de geografia do ensino superior, engenheiro de minas e gerente de desenvolvimento de sistemas, com salários médios entre R$ 16.922,85 e R$ 18.381,81.

Confira abaixo a tabela com os maiores salários médios de contratação no Brasil:

Cargo Salário Médio de Contratação (R$)
Diretor de Riscos de Mercado, Extração Mineral e Utilidades 34.910,93
Diretor de Serviços de Informática 30.552,06
Diretor de Produção 27.854,05
Diretor Comercial 25.372,63
Diretor de Recursos Humanos 23.972,55
Diretor de Comércio Exterior 22.853,10
Diretor de Vendas 21.514,55
Diretor de Planejamento 20.730,81
Engenheiro Aeronáutico 18.381,81
Professor de Geografia do Ensino Superior 17.881,68
Engenheiro de Minas 17.522,66
Gerente de Desenvolvimento de Sistemas 16.922,85

Os Menores Salários de Contratação no Brasil

Por outro lado, alguns cargos registraram os menores salários médios de contratação no Brasil. Entre eles, destacam-se o apresentador de festas populares, o produtor na olericultura de frutos e sementes e o gandula, com salários médios entre R$ 712,35 e R$ 1.181,28. Surpreendentemente, outros sete cargos registraram valores menores do que um salário mínimo, que é de R$ 1.302.

É importante ressaltar que esses dados se referem especificamente aos valores de remuneração dos profissionais contratados no primeiro semestre e não podem ser considerados como a média salarial da ocupação como um todo.

Confira abaixo a tabela dos cargos com os menores salários médios de contratação no Brasil:

Cargo Salário Médio de Contratação (R$)
Apresentador de Festas Populares 712,35
Produtor na Olericultura de Frutos e Sementes 797,45
Gandula 1.181,28
Auxiliar de Cozinha 1.197,61
Ajudante de Carga e Descarga de Mercadoria 1.197,79
Operador de Caixa 1.198,68
Ajudante de Eletricista 1.199,29
Auxiliar de Almoxarifado 1.200,12
Auxiliar de Manutenção Predial 1.200,41
Auxiliar de Serviços Gerais 1.201,14

Diferenças Regionais nos Salários Brasileiros

Além das diferenças salariais entre os cargos, também existem disparidades regionais significativas nos salários médios de contratação no Brasil. Por exemplo, é comum observar que os salários nas regiões metropolitanas são mais altos do que nas áreas rurais. Isso ocorre devido à concentração de empresas e indústrias nas grandes cidades, o que resulta em uma maior demanda por profissionais qualificados e, consequentemente, em salários mais altos.

No entanto, é importante mencionar que alguns setores específicos podem apresentar variações inesperadas nos salários, independentemente da região. Por exemplo, áreas como tecnologia da informação e saúde costumam oferecer salários mais altos, independentemente da localização geográfica.

Fatores que Influenciam os Salários no Brasil

Vários fatores podem influenciar os salários no Brasil. Entre eles, destacam-se:

Nível de escolaridade e qualificação profissional

Em geral, profissionais com níveis de escolaridade mais elevados tendem a receber salários mais altos. Isso ocorre porque esses profissionais geralmente possuem habilidades e conhecimentos mais especializados, o que os torna mais valorizados no mercado de trabalho.

Experiência profissional

A experiência profissional também desempenha um papel importante na determinação dos salários. Profissionais com anos de experiência acumulada tendem a receber salários mais altos do que aqueles que estão apenas começando suas carreiras.

Demanda e oferta de profissionais

A demanda e a oferta de profissionais em determinadas áreas também podem influenciar os salários. Setores que enfrentam escassez de profissionais qualificados tendem a oferecer salários mais altos para atrair talentos. Por outro lado, setores com um excesso de profissionais podem ter salários mais baixos devido à competição por vagas.

Localização geográfica

Como mencionado anteriormente, a localização geográfica também pode influenciar os salários. Regiões com maior desenvolvimento econômico e maior concentração de empresas e indústrias tendem a oferecer salários mais altos.

Os salários no Brasil variam significativamente de acordo com o cargo, a região e outros fatores mencionados. É importante que os profissionais estejam cientes dessas diferenças salariais ao planejar suas carreiras e buscar oportunidades de trabalho. Além disso, é fundamental que o governo e as empresas adotem políticas e práticas que promovam a valorização dos profissionais e a equidade salarial em todas as áreas de atuação.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.