Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Investimento de R$400 milhões resulta no Programa Educa+Amazonas

Entenda mais sobre os projetos

O programa Educa+Amazonas foi lançado no Amazonas após um pronunciamento do governador Wilson Lima na última sexta-feira (23).

Esse plano consiste em 13 projetos prioritários e para ser lançado teve investimento de R$ 400 milhões voltado para as redes públicas estadual e municipais de educação do estado do Amazonas.

O governador encaminhou sua assinatura para garantir o funcionamento dos 13 projetos componentes do programa.

Na ocasião, além disso, assinou o projeto de lei que deverá seguir para a Assembleia Legislativa do Estado com a proposta para o 14° e 15° salários dos professores e demais profissionais da educação.

“São 13 projetos que focam na qualificação e na bonificação dos professores da educação, na recuperação da aprendizagem pós-pandemia e na preparação do nosso jovem para o seu futuro”, ressaltou o secretário de Estado de Educação e Desporto, Luís Fabian Barbosa.

Eixos prioritários

O denominado Pacto pelo Fortalecimento da Educação no Amazonas foi assinado também para atestar a parceria entre as redes de ensino dos municípios.

Houve a participação de 62 prefeituras do estado, sendo que 26 prefeitos compareceram à cerimônia – o restante foi representado por terceiros.

De acordo com informações oficiais, o programa Educa+Amazonas é composto por quatro eixos prioritários.

Segundo a Secretaria de Estado de Educação e Desporto são os seguintes:

  • Recuperação da aprendizagem;
  • Qualificação e reconhecimento dos profissionais da educação;
  • Preparação do estudante para o futuro;
  • Meio ambiente e sustentabilidade.

Características dos projetos

Diante das dificuldades travadas pela pandemia do novo coronavírus, a recuperação da aprendizagem foi determinada como o eixo que deveria receber maior investimento: R$ 168 milhões.

Serão aulas de reforço gratuitas, além do fardamento, material escolar, material didático para auxiliar na aprendizagem. Ainda terão aulas voltadas para o estudo para provas importantes, como por exemplo:

Os recursos estão sendo aplicados em 2021 e serão executados, também, em 2022.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.