INSS: veja lista de cidades que receberão mutirão neste final de semana

Cidadãs que entraram com pedido de benefícios do INSS podem aproveitar mutirão para agilizar o processo

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai promover mais um mutirão para atender pessoas que deram entrada em benefícios e querem agilizar o procedimento. O evento deve acontecer no próximo final de semana, em algumas cidades brasileiras.

Neste sábado (25), o mutirão vai atender pessoas com deficiência que deram entrada no Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas), e que seguem sem resposta do INSS até agora. Ao participar do mutirão, o cidadão vai poder agilizar o atendimento, e aumentar as chances de receber o saldo mais rapidamente.

Cidades do mutirão do INSS

Neste final de semana, no entanto, o mutirão do INSS deve ocorrer em apenas algumas cidades do estado do Rio de Janeiro. O evento vai acontecer em três agências. São elas:

  • Agência na Avenida Brasil, em Irajá, na Zona Norte do Rio;
  • Agência em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense;
  • Agência em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Os serviços deverão ocorrer no sábado (25), das 7h às 14h. Serão distribuídas 155 vagas para análise social de segurados feitas por assistentes sociais, em Irajá e Nova Iguaçu, e outras 67 vagas de perícia médica para concessão de BPC, somente na Agência de Duque de Caxias.

Para participar do evento, é preciso realizar o agendamento prévio, através do portal ou aplicativo oficial do Meu INSS. Ainda existe a possibilidade de agendar uma vaga através da Central 135, que funciona oficialmente de segunda a sábado, das 7h às 22h.

INSS: veja lista de cidades que receberão mutirão neste final de semana
Mutirão do INSS chega ao Rio de Janeiro nesta semana, Imagem: Tânia Rêgo

O que é o BPC

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) é uma espécie de auxílio mensal voltado para pessoas que não conseguem trabalhar por algum motivo. Apenas idosos com mais de 65 anos de idade, e pessoas com algum grau de deficiência física e/ou intelectual podem receber o saldo.

Todos os meses, estes segurados recebem o equivalente ao piso previdenciário, que é igual ao salário mínimo, ou seja, R$ 1.320. Assim como todos os outros benefícios do INSS, os interessados devem solicitar o pagamento, e aguardar até que a autarquia selecione o seu nome.

“Tem direito de requerer o BPC, pessoa com deficiência e renda familiar de até ¼ do salário-mínimo (R$ 330) per capita, calculada com as informações do Cadastro Único (CadÚnico) e dos sistemas do INSS. O valor do benefício é de um salário-mínimo (atualmente de R$ 1.320)”, explica o Ministério da Previdência.

(Para receber o BPC, não é necessário ter contribuído para o INSS. O segurado não tem direito ao décimo terceiro salário e o benefício não é revertido em pensão por morte”, completa a pasta.

Novo concurso do INSS

O Ministro da Previdência, Carlos Lupi (PDT) participou na manhã desta quarta-feira (22) do programa Café com Ministro do Cana Gov. Entre outros pontos, ele anunciou a possível data para a convocação de um novo concurso público para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

“Já pedimos um concurso para perito médico federal ao Ministério da Gestão e Inovação, e acredito que até abril seja feito esse novo concurso para chamar cerca de 660 novos peritos, principalmente para o Brasil profundo”, disse o Ministro da Previdência na entrevista.

A elevação do número de concursos foi uma das principais promessas de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições do ano passado. Ainda nesta semana, o petista voltou a dizer que é preciso realizar este tipo de seleção para que o governo funcione com mais humanos.

Hoje, a avaliação geral dentro do Instituto Nacional do Seguro Social é de que a autarquia está sofrendo com a falta de servidores públicos. Com menos trabalhadores na área, que cada vez mais estão se aposentando, sobra mais trabalho para um número reduzido de pessoas, o que poderia estar atrasando a fila de espera do Instituto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.