Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

INSS: prova será realizada dois meses após o edital

O tempo para se preparar para a avaliação ficou mais curto

O Governo Federal publicou uma portaria no Diário Oficial da União, nesta segunda -feira (01/08), com o objetivo de agilizar a realização de um concurso público do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). A proposta é diminuir o tempo entre o lançamento do edital e a data da prova.

O novo prazo para a avaliação será de dois meses. O concurso deve ser realizado com o intuito de preencher o número de quadro de servidores de técnico de seguro social. Espera-se uma distribuição de 1.000 novas vagas para candidatos com segundo grau completos, com salários de até R$6.500. 

Dessa maneira, quem deseja entrar para o INSS terá menos tempo para se preparar, após receber as informações do edital, dos conteúdos programáticos que deverão cair na prova do concurso. Espera-se que o edital seja publicado até 13 de dezembro, visto que o prazo após a publicação na portaria é de até seis meses.

De acordo com o INSS, provavelmente a banca examinadora do concurso será escolhida ainda em agosto. A convocação dos aprovados no concurso de acordo com seu resultado na avaliação, será para trabalhar nas Agências da Previdência Social, em todas as regiões do Brasil.

IFMT libera nova chamada do Vestibular 2022/2

Número de vagas 

Vale ressaltar que o número de vagas publicado na portaria é bem inferior à necessidade de servidores para atuar nas agências do INSS. O instituto havia informado o Ministério da Economia a necessidade de preencher 7.575 vagas, 6.004 para técnico do seguro social e 1.571 para analista do seguro social.

Os servidores do INSS vêm reivindicando há muito tempo a realização de um concurso público, não só para técnicos e analistas, mas também para peritos médicos. Houve inclusive uma paralisação dos trabalhos este ano, de dois meses.

Segundo a Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, e Previdência Social, (Fenasps), há um déficit de trabalhadores do INSS de 23 mil servidores. A falta de profissionais vem acarretando diversos problemas como grandes filas de espera, atrapalhando a central de atendimento do órgão em todo o país.  

UNESP Rio Claro abre dois novos concursos para cargos de nível médio e superior

Último Concurso

O último concurso realizado para preencher o quadro de trabalhadores do instituto aconteceu em 2015, com apenas 800 vagas disponibilizadas para técnico do seguro social. Na época, a banca organizadora foi o Cebraspe, e teve cerca de 1.087.804 inscritos. O salário oferecido pela instituição foi de R$4.886,87.

A prova objetiva do INSS de 2015 teve como conteúdo matérias como Ética no Serviço Público, Regime Jurídico Único, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Raciocínio Lógico, Língua Portuguesa, Noções de Seguro Social e Informática.

Fuvest libera Manual do Candidato referente ao Vestibular 2023

Como se preparar para a prova do INSS

A vaga de Técnico de Seguro Social está relacionada a um trabalho onde o servidor deverá lidar com o público em todas as agências do Instituto. O trabalho consiste na orientação, atendimento, esclarecimento de dúvidas, agendamento de perícias, análises e revisão de pedidos dos segurados da previdência social, entre outros.

O Concurso Público do INSS é um dos mais concorridos no país. Além disso, com a nova portaria, o prazo para a prova é de dois meses após a divulgação do edital. Ou seja, não há muito tempo para o estudo. Dessa maneira, é importante se dedicar ao máximo. O concurseiro pode se preparar através de cursinhos, ou por conta própria.

A realização de cursos preparatórios tem a vantagem de oferecer aos estudantes um direcionamento, norteando o concurseiro para o que realmente deve cair na prova. Desse modo,, há uma maior objetividade, preparando o aluno em vista do conteúdo disponibilizado pelo edital.

É importante que o candidato faça um planejamento de seu dia a dia, das matérias que deverão ser estudadas, das questões que ele deverá fazer e também a leitura de resumos e revisões do conteúdo programático. Pode-se também utilizar o concurso anterior como base para a sua preparação.

Uma boa dica é estudar uma matéria e fazer dez ou mais questões relativas ao assunto. Pode-se fazer mapas mentais, estudar em voz alta, ler PDFs, assistir a videoaulas. É preciso ter uma noção de qual estratégia é a mais adequada.

Os cursos preparatórios também oferecem simulados que podem auxiliar os concurseiros a se prepararem para a avaliação do INSS e, dessa maneira, conseguirem conquistar seus objetivos.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.