Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.2/5 - (19 votes)

INSS: pagamentos de junho já têm data para começar; veja o calendário

Na última quarta-feira (07), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) encerrou os pagamentos da segunda parcela do 13º salário para os segurados (aposentados e pensionistas), juntamente com os benefícios do mês de maio. Agora, a expectativa é pela liberação de um novo lote de pagamentos.

De acordo com o INSS, a folha de pagamentos dos benefícios referentes ao mês de junho vai começar a ser paga no dia 24 deste mês. Sendo assim, restam cerca de duas semanas para o início das liberações.

Auxílio de R$1mil: Quem pode sacar já nesta mês o microcrédito liberado

Atualmente, mais de 36 milhões de segurados contam com direitos a benefícios do INSS no país. Desse total, mais de 60% recebem um salário mínimo.

O calendário de pagamentos do benefício leva em conta o número final do cartão, sem considerar o último dígito verificador, que aparece depois do traço.

Conforme informações oficiais, o piso nacional passou para R$ 1.212 desde 1º de janeiro para quem ganha o benefício no valor do salário mínimo. De acordo com a legislação atual, aposentadorias, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte pagas pelo INSS não podem ser inferiores a 1 salário mínimo.

Por outro lado, os aposentados e pensionistas que recebem benefícios acima do salário mínimo tiveram reajuste de 10,16% na remuneração.

O teto dos benefícios do INSS passou de R$ 6.433,57 para R$ 7.087,22.

Como consultar os pagamentos do INSS?

De qualquer modo, a consulta ao extrato de pagamentos do INSS pode ser feita 100% online, através do site ou aplicativo de celular. Confira como fazer!

Pelo site:

  1. Primeiramente, acesse o site Meu INSS;
  2. Entre com seu CPF e senha (caso seja o primeiro acesso será preciso criar uma senha);
  3. Clique na opção “Serviços”;
  4. A opção fica no menu superior direito – Selecione a opção “Extratos/certidões/declarações”;
  5. No próximo menu, clique em “Extrato de pagamento de benefício”;
  6. Na tela seguinte, clique no calendário – ajuste o período que deseja retirar o extrato do pagamento do seu benefício;
  7. Em conclusão, a relação com os pagamentos recebidos no período será exibida e será possível baixar na opção “Baixar PDF”.

ESTA nota de R$100 pode valer até R$4.500; veja como trocar

Pelo aplicativo de celular

  1. Em primeiro lugar, baixe o aplicativo no seu celular Android ou iOS;
  2. Entre com seu CPF e senha (caso seja o primeiro acesso será preciso criar uma senha);
  3. Toque no menu principal, os três pontos ou barras no alto da tela;
  4. Ademais, selecione “Extrato de pagamento de benefício”; Toque no calendário e selecione o período que deseja consultar;
  5. A tela exibirá o extrato com os pagamentos recebidos no período escolhido;
  6. Por fim, para imprimir ou salvar, clique na opção “Baixar PDF”

Como tirar o benefício do status “em análise” do INSS?

O segurado pode recorrer a algumas possibilidades, sendo a primeira delas abrir uma reclamação junto a Ouvidoria do INSS. A ouvidoria é o canal de atendimento criado pelo governo para que os segurados possam reclamar, denunciar, elogiar e relatar outras ações relativas ao INSS.

Para reclamar na Ouvidoria do INSS, o segurado pode optar por algumas formas. Veja abaixo:

  • TELEFONE: ligar para o número 135. O horário de funcionamento é das 7h às 22h, de segunda a sábado;
  • SITE: no topo do site, está escrito Ministério da Economia, isso porque o INSS é ligado a esse Ministério, continue sua reclamação nesse portal mesmo;
  • CORRESPONDÊNCIA: envie uma carta para endereço: Esplanada dos Ministérios, Bloco F, Ed. Sede, Térreo, Sala 45, CEP 70059-900 – Brasília/DF.

Além disso, o cidadão pode sair do status dando entrada em um Mandado de Segurança concedido por um juiz. A ação garante o atendimento imediato. Neste sentido, na hipótese em que o INSS descumpre os prazos e desrespeita o cidadão, é possível usar o mandado de segurança como meio indireto para a manutenção ou concessão do benefício.

4.2/5 - (19 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.