Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Iniciativa disponibiliza cerca de mil horas de videoaulas na internet para estudantes do ensino médio

A Fundação Roberto Marinho irá disponibilizar a partir desta segunda-feira (1º) cerca de mil horas de videoaulas com conteúdos do ensino médio na internet. O objetivo da iniciativa é dar apoio a professores e alunos durante as aulas remotas. Desde março do ano passado, a maioria das unidades de ensino do país seguem fechadas com a oferta apenas do ensino remoto devido à pandemia da covid-19.

Assim, a Fundação irá disponibilizar as aulas por meio do Canal Futura no YouTube, plataforma de compartilhamento de vídeos. Clique aqui para acessar. Além de disponibilizar o material na internet, o Canal Futura também irá transmitir as aulas na TV. De acordo com a Fundação, a transmissão será de segunda a sexta-feira, das 18h às 19h15. A cada dia, serão transmitidas três disciplinas diferentes.

Material complementar para as redes de ensino

O conteúdo está de acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), de modo que pode complementar as atividades de ensino já preparadas pelas redes. Mesmo as redes de ensino que já desenvolveram suas próprias aulas remotas poderão utilizar o material.

Assim, João Alegria, gerente-geral do Laboratório de Educação da Fundação Roberto Marinho, explica:

“A partir do momento que foram estabelecidos protocolos para gravações, começamos a produzir os conteúdos. A ideia é que as videoaulas sejam complementares ao que as redes de ensino estão produzindo, já que a base é comum. Se temos um bom conjunto de aulas disponíveis nacionalmente, isso poderia ajudar as redes a racionalizarem recursos”.

João Alegria ressalta ainda que os alunos que estiverem em fase preparatória para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) também poderão adotar as redes como apoio. Ao todo, são 911 aulas. As aulas estão dispostas em listas de vídeos específicas, com a organização por disciplina, e em sequência.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia ainda Corte no MEC pode afetar educação em até R$ 1 bilhão.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.