Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho é tema de live

O Instituto Ester Assumpção, organização não governamental e sem fins lucrativos, disponibilizou recentemente uma plataforma de empregos 100% acessível para pessoas com deficiência

Para lançar oficialmente a nova ferramenta e discutir ações para promover a inclusão no mercado de trabalho, no dia 16 de novembro, a partir das 20h, será realizada a primeira edição da #ConectaEster. 

Trata-se uma transmissão ao vivo, por meio do canal da instituição no YouTube, com tradução simultânea em libras, que contará com as participações de profissionais que atuam por uma sociedade mais inclusiva, além da demonstração do funcionamento da ferramenta.

Estão confirmadas as seguintes participações participações: 

  • Patrícia Siqueira Silveira, que é Auditora Fiscal do Trabalho e coordenadora do Projeto de Inclusão de Pessoas com Deficiência no mercado de trabalho – SRT/MG; 
  • Marcelo Rucker, Diretor de RH do Grupo Prosegur no Brasil; 
  • Cíntia Santos, Psicóloga e Coordenadora de Projetos do Instituto Ester Assumpção;  
  • Natália Costa, Mestre em Psicologia, diretora do CENSA Betim e do Instituto Ester Assumpção.

A Auditora Fiscal do Trabalho, Patrícia Siqueira Silveira, destaca que o número de profissionais com deficiência trabalhando tem aumentado graças às determinações legais. 

“Há um contingente significativo de pessoas com deficiência e reabilitadas que se encontrava fora do mercado de trabalho (em casa, instituições, centros de reabilitação ou realizando trabalhos na informalidade), as quais, ano a ano, passaram a ter acesso ao trabalho formal, graças a Lei de Cotas e sua sistemática fiscalização. Para que essa inclusão seja permanente, é necessária uma ação conjunta do governo, empresas e entidades ‘de e para’ pessoas com deficiência, as quais tem a expertise necessária para facilitar a inclusão”, aponta.  

Patrícia Siqueira Silveira ressalta que, apesar de 92% das pessoas com deficiência que se encontram no mercado formal de trabalho estarem em empresas obrigadas a reserva legal de cargos, nos últimos anos esses profissionais têm demonstrado que podem estar e de fato estão nessas organizações. 

“Hoje a presença dessas pessoas no comércio e indústria é visível para a sociedade, quebra paradigmas e valoriza a diversidade. O número de vínculos formais no mercado de trabalho cresceu 55% no período de 2003 a 2018, ao passo que o número de vínculos formais com pessoas com deficiência cresceu 180% no mesmo período”, explica.

Plataforma

O diretor de RH do Grupo Prosegur no Brasil, Marcelo Rucker, destaca que a plataforma de empregos para pessoas com deficiência está alinhada com os propósitos da empresa onde atua. 

Ele participará da transmissão ao vivo para falar sobre a parceria com o Instituto Ester Assumpção e as ações em prol da diversidade realizadas pela sua equipe. 

“Ainda há um longo caminho a percorrer quando o assunto é inclusão de pessoas com deficiências no mercado de trabalho, no entanto, a plataforma do Instituto Ester Assumpção é mais uma ótima iniciativa que inspira e dá suporte para que companhias como a nossa sigam impulsionando a transformação da nossa realidade em busca da diversidade de verdade”, diz.

De acordo com a coordenadora de projetos do Instituto Ester Assumpção, Cíntia Santos, a live vai mostrar que a plataforma funciona como um elo entre oportunidades e candidatos. 

“Além de conversarmos sobre as ações que visam fomentar a empregabilidade de indivíduos com a condição, vamos debater as determinações legais, além de mostrar a tela da plataforma, que é intuitiva e fácil de ser acessada e operada, tanto pelos usuários que buscam uma oportunidade, quanto para as empresas que publicam as suas demandas”, explica.

A coordenadora de projetos do Instituto Ester Assumpção afirma que a live inaugural da série #ConectaEster será também uma forma de conscientizar as organizações para que não sejam apenas meras cumpridoras da legislação. 

“Queremos mostrar que não é preciso apenas preencher vagas, mas sim enxergar o potencial produtivo destes profissionais, que podem ocupar desde os cargos operacionais, até os mais estratégicos. É possível aumentar a produtividade e ser socialmente responsável”, encerra.

Para assistir a live, acesse o link e ative o lembrete: https://youtu.be/-WiMa8U-sPQ

Fonte: Assessoria de Imprensa do Instituto Ester Assumpção

E então, gostou da matéria? Não deixe de ler também – Auxílio Brasil será “permanente”; entenda

Avalie o Texto.

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.