Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Império Bizantino: 3 tópicos que estarão na sua prova

Descubra no artigo de hoje

Império Bizantino: 3 tópicos que serão cobrados

O Império Bizantino foi um dos impérios mais poderosos e mais influentes de toda a história da humanidade. 

Assim, não é de se surpreender que questões sobre determinados aspectos desse Império apareçam com tanta frequência nos principais exames do país. 

Para que você se prepare melhor, o artigo de hoje trouxe um resumo com 3 tópicos sobre o Império Bizantino que serão cobrados na sua prova. Confira!

O apogeu do Império

O Império Bizantino conheceu o seu apogeu no século VI d.C., já durante a Alta Idade Média, durante o governo do imperador Justiniano. 

Justiniano foi o responsável por tentar reconstruir o Império Romano, que havia caído no ano de 476 d.C.. Assim, para atingir tal objetivo, o imperador empreendeu uma série de batalhas sobre os reinos dos denominados “povos bárbaros”. 

O imperador foi também o responsável por reconstruir a Igreja de Santa Sofia e pela elaboração do Corpus Juris Civilis, importantíssimo conjunto de leis. 

O Cisma do Oriente

No ano de 1054, diferenças religiosas e culturais provocaram o denominado “Cisma do Oriente”, responsável por dividir a Igreja em duas: a Igreja Ortodoxa Grega, com o chefe sendo o Patriarca de Constantinopla, e a Igreja Católica Apostólica Romana, sendo o seu chefe o Papa e a sua sede em Roma.

Além de diferenças em muitos dos preceitos pregados pelas duas igrejas, as duas Igrejas possuíam diferentes traços culturais, sociais, religiosos e políticos. De forma geral, podemos dizer que a Igreja Católica Apostólica Romana havia sido influenciada pelo mundo ocidental e, posteriormente, pelos bárbaros que haviam invadido o Império Romano. 

A Igreja Ortodoxa Grega, por sua vez, havia permanecido sob a influência de muitas características da tradição helenística.

A queda do Império Bizantino

O Império Bizantino foi um dos impérios mais longevos de toda a história da humanidade. Isso porque, a sua queda ocorreu somente no ano de 1453, depois de muitos séculos de sua criação. 

A queda foi ocasionada por uma série de motivos que, em conjunto, foram os responsáveis por enfraquecer as estruturas de Bizâncio. Porém, dentre os principais, podemos citar as invasões que aconteciam desde o século VII e o enfraquecimento da economia bizantina devido ao predomínio do comércio realizado pelos italianos. 

No ano de 1453, o exército do Império Turco-Otomano tomou a cidade, consolidando o fim do Império Bizantino. 

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.