Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

História do Brasil: a Questão Christie

A Questão contribuiu para a crise do Segundo Reinado

A Questão Christie: um resumo 

A denominada Questão Christie aconteceu durante o Segundo Reinado, envolvendo Brasil e Inglaterra.

O tema é abordado com frequência pelas mais variadas questões de história do Brasil de todo o país, principalmente devido à importância do acontecimento para a crise do Segundo Reinado.

A Questão Christie: introdução

Denominados de “questão Christie” um conflito de caráter diplomático que aconteceu na segunda metade do século XIX, durante o Segundo Reinado. O conflito, que ocorreu em 1863, recebe esse nome devido ao envolvimento do embaixador inglês William Dougal Christie.

A Questão Christie: contexto histórico

Duas situações foram as principais motivadoras do acontecimento da Questão Christie. 

A primeira delas foi o naufrágio do navio britânico Prince of Wales no litoral do Rio Grande do Sul. Ao saber do incidente, a população do local decidiu saquear o navio, roubando as mercadorias que nele se encontravam. 

Quando os oficiais ingleses souberam do incidente, entraram em contato com o embaixador William Dougal Christie. Christie, então, entrou em contato com o governo do Brasil para exigir, em nome da Inglaterra, exigindo a indenização pela carga perdida. 

Porém, o governo brasileiro se negou a pagar o que havia sido pedido, acirrando as tensões entre os dois países.

Em 1862, para piorar a situação, outro incidente envolvendo os dois países aconteceria: oficiais da marinha inglesa acabaram se envolvendo em um conflito, no Rio de Janeiro, e foram presos pelas autoridades brasileiras. 

O embaixador Christie, ao descobrir sobre o incidente, exigiu a imediata soltura dos militares bem como a demissão das autoridades que haviam prendido os ingleses e um pedido formal de desculpas por parte do Império brasileiro. 

O governo de D. Pedro II se negou a cumprir com o que havia sido pedido. Assim, os ingleses decidiram aprisionar cinco navios brasileiros que estavam ancorados no Rio de Janeiro. 

Devemos nos lembrar, ainda, que as relações entre Brasil e Inglaterra já estavam tensas devido ao não cumprimento das medidas abolicionistas que haviam sido impostas pelos ingleses. 

A Questão Christie: desfecho e consequências

As duas situações culminaram no ápice das tensões entre brasileiros e ingleses. 

Como os dois países não chegaram a um acordo comum, o rei belga Leopoldo I foi escolhido, no ano de 1863, para resolver a questão. 

Leopoldo escolheu em favor do Brasil, exigindo que a Inglaterra pedisse desculpas formais pelas ações cometidas contra os brasileiros. Porém, os ingleses se recusaram e, com isso, o Império brasileiro decidiu cortar as relações diplomáticas com o país.

As relações seriam oficialmente retomadas no ano de 1865. Porém, a Questão Christie desgastou o Império brasileiro politicamente e economicamente, contribuindo, ao lado de outras questões, para a crise do Segundo Reinado.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.