Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Gastrite em estudantes: mais comum do que se imagina!

As doenças e problemas gastrintestinais são muito conhecidos por atingir pessoas mais velhas, porém têm sido cada vez mais comum que jovens possuam as mesmas complicações. A gastrite em estudantes, por exemplo, é bem frequente do que se imagina.

Segundo especialistas, as principais causas estão associadas ao estresse, à má alimentação e à ingestão excessiva de bebidas alcoólicas. Entre outras causas estão: uso excessivo de medicamentos como antiinflamatórios, genética, idade e doenças autoimunes.

O que causa gastrite em estudantes?

A gastrite é uma inflamação do estômago que deve ser tratada rapidamente para evitar suas possíveis complicações. Pode ter diversas causas, mas em estudantes é, geralmente, causada por uma combinação de fatores, sendo o estresse um fator muito determinante.

Você já ouviu falar na expressão “borboletas no estômago”? Deve ser porque o estômago é o primeiro órgão a demonstrar sintomas quando estamos passando por alguma situação de ansiedade, nervosismo ou estresse. A maioria dos estudantes passam por muito estresse com multitarefas que contribuem para problemas gastrointestinais, sobretudo quando há cobrança e competitividade no vestibular, concurso ou provas, fazendo com que a gastrite em estudantes seja cada vez mais comum.

O estresse junto com uma alimentação inadequada, cheia de alimentos e bebidas como café, refrigerantes, energéticos e alimentos ultraprocessados, podem ser fatores de risco e gatilhar o problema ainda mais.

Quais os sintomas da gastrite?

Os sintomas da gastrite são: 

  • Dor aguda no estômago sem causa aparente;
  • Perda de apetite;
  • Sensação de queimação ou azia após o término das refeições.
  • Má digestão;
  • Náuseas e enjôos;
  • Vômitos constantes;
  • Arrotos, gases ou diarreia, principalmente, após as refeições.

Em alguns casos mais sérios, como quando ocorre um sangramento na parede do estômago, outros sintomas podem surgir, como:

  • Fezes escuras (semelhante à borra de café);
  • Vômito de sangue.

Tem cura?

Diferente da maioria das doenças gastrointestinais, é possível controlar e, até mesmo, neutralizar o problema. Como a gastrite em estudantes geralmente é desencadeada por conta do estresse e alimentação, a forma mais efetiva de amenizar e curar é com mudanças de hábitos alimentares e o manejo do estresse.

Geralmente, os sintomas diminuem por meio da mudança na alimentação, das mudanças de comportamentos e da busca por tratamento psicológico. Dependendo do caso e da gravidade, talvez seja necessário o uso de medicamentos, porém é imprescindível a mudança no estilo de vida como um todo para a melhora efetiva do quadro de gastrite.

Dicas e recomendações 

  • Busque por outras fontes de energia e diminua o consumo de café;
  • Evite ou corte os refrigerantes e energéticos artificiais;
  • Diminua ou corte o consumo de álcool;
  • Evite ou corte o cigarro;
  • Encontre formas para controlar o estresse, como a prática de uma atividade física, terapia, alongamentos, momentos de lazer e relaxamento, meditação, etc.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.