Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Gastos com combustível aumentaram 35% no ano de 2021

Um estudo recente que foi feito pela financeira Olivia, mostrou que o gasto dos brasileiros com combustível já aumentou 35% desde o início do ano. A pesquisa contou com a participação de 9.200 usuários da Olivia.

O trabalho da fintech utiliza da inteligência artificial para realizar uma análise do comportamento financeiro das pessoas, com base em suas transferências bancárias e assim lhes oferecer melhores sugestões para gastar o seu dinheiro.

De acordo com o estudo, 84,2% precisaram utilizar algum tipo de transporte desde o início do ano. A média somente no mês de janeiro atingiu R$ 557, o que significa metade do gasto do salário mínimo apenas com locomoção. Os gastos tiveram uma queda significativa, como no mês de abril onde a média ficou em R$ 400, por conta de um pico da pandemia.

Mesmo com quedas em alguns setores do transporte, combustível segue embalando altas

Mesmo com algumas quedas em setores do transporte, o combustível segue subindo em praticamente todos os meses. Se em janeiro, o gasto médio com combustível era de R$ 241, no mês de julho já foi 35% maior, fechando em R$ 326. A conclusão que se tem, é que se está cada vez mais difícil se locomover de carro no país com o preço da gasolina.

Os preços dos transporte por aplicativo também acompanharam esses aumentos decorrentes do preço do combustível, com uma alta de R$ 142 no mês de janeiro, baixando R$ 125 em abril e com um crescimento bastante expressivo no mês de julho. Os gastos de apps como Uber e 99 para os motoristas no mês de julho foram de R$ 175, alta de 23%.

Mais da metade dos usuários da pesquisa realizaram alguma corrida por aplicativo

A pesquisa mostrou que 52,7% usuários tiveram gastos com táxi e aplicativos de transporte ao longo do ano, superando os que afirmaram ter gastos com combustível, 48,3%. Na média de todos os gastos, um terço do total de gastos foram com táxis e aplicativos de corrida.

Por conta do aumento do preço do combustível, tanto a Uber como a 99 anunciaram reajustes nos preços de suas tarifas. O aumento menos significativo será o da 99, com previsão de 10 a 25% de reajuste nos preços das corridas.

Quem são os culpados pelo aumento do preço do combustível?

Tanto a alta da gasolina como também do diesel tem como principal o fator o motivo de o real estar cada vez mais desvalorizado. A moeda brasileira tem sofrido com as incertezas dos investidores em meio à uma gestão bastante turbulenta do atual Governo de Jair Bolsonaro, como nos embates com o STF.

Em algumas cidades do país, já é possível ver o preço do combustível acima de R$ 7, transformando assim a gasolina como um dos maiores vilões da inflação que já chega a 9% no acumulado dos últimos 12 meses. A alta do combustível já levou a 25% dos motoristas de aplicativo do país resolveram deixar as atividades, como em empresas Uber e 99.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.