Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Atualidades: o PIX

O PIX se popularizou rapidamente no Brasil.

PIX: popularização e expansão da ferramenta

Certamente você já ouviu falar na ferramenta PIX.

O PIX se popularizou rapidamente no Brasil. Assim, é provável que questões de atualidades de provas como vestibulares, concursos e ENEM abordem o tema.

Dessa forma, para que você se prepare e garanta um alto desempenho em seus exames, o artigo de hoje separou um resumo com tudo aquilo que você precisa saber sobre a ferramenta.

PIX: introdução

O PIX foi lançado pelo Banco Central do Brasil no mês 19 de fevereiro de 2020, juntamente com um material informativo para a população e para os futuros usuários da ferramenta.

Em pouco tempo, a ferramenta teve uma grande adesão por parte da população.

PIX: a origem do nome

Segundo os seus idealizadores, a ferramenta recebeu o nome “PIX” porque o som da palavra remete à tecnologia: pixels é um nome comum na informática e que é utilizado determinar os pontos luminosos em uma tela de qualquer dispositivo eletrônico.

PIX: popularização

Implantado pelo Banco Central do Brasil, a popularização do PIX demonstra que a modalidade de pagamento digital se tornou importante no país. Ainda, a ferramenta se consolida também como uma maneira fácil e popular de realizar transações financeiras.

PIX: funcionamento

O PIX possui como principal objetivo a simplificação das transferências de dinheiro entre contas. Assim, uma transferência que demorava horas para ser completada acontece em poucos segundos com o PIX.

Ainda, a ferramenta funciona sem a necessidade de digitar dados, números de contas ou documentos. Aquele que deseja receber o dinheiro deve somente fornecer a sua chave PIX para aquele que irá realizar o pagamento.

Dessa maneira, podemos concluir que o único requisito para utilizar o PIX é possuir um aparelho celular.

PIX: o boleto e o PIX

Para compreendermos a popularização do PIX, podemos comparar as suas funções com aquelas de um boleto bancário.

Com o PIX, o dinheiro sai de uma conta e chega instantaneamente em outra: a ferramenta permite a realização de transferências em tempo real.

Com o boleto, por sua vez, os valores podem cair na conta do beneficiário em até três dias úteis. Ainda, outra grande vantagem do PIX é que o sistema funciona sem interrupção, seja em dias úteis ou em finais de semana ou feriados.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.