Frustração com as metas do ano – Como lidar com isso?

Em algumas situações, as pessoas podem se deparar com a temida frustração com as metas do ano. Seja por conta da mudança de planos que aconteceu no meio do caminho, ou por conta de alguma tragédia, a falta de metas atingidas pode minar o bem-estar.

Porém, não atingir as metas não necessariamente quer dizer que tudo está perdido. Talvez possamos aprender com esse momento e pensar em novas estratégias para o futuro. Afinal, o passado passou e, agora, restam as reflexões que ele pode nos deixar para pensarmos no futuro.

Por isso, convidamos você para acompanhar este texto e pensar com a gente sobre isso. Vamos adiante!

Como lidar com a frustração com as metas do ano?

Apesar de não haver um passo a passo de como lidar com a possível frustração com as metas do ano, existem medidas que podem contribuir para aprendizagens e novas visões com relação à situação vivida. A seguir, descrevemos algumas dessas medidas. Sigamos:

1. Avaliando as metas não atingidas

Primeiramente, é válido avaliarmos quais metas não foram atingidas. Por que será que não foram atingidas? Entender as causas pode nos ajudar a melhorar com relação ao futuro.

Por exemplo, se não cumprimos uma meta por sentirmos que estávamos com falta de tempo, será que não é um bom momento para reorganizar a agenda e pensar em formas de restabelecer o equilíbrio na rotina? Pense sobre isso.

Às vezes, essas metas não atingidas podem nos trazer insights de pontos de melhoria que estão precisando de atenção.

2. Fazendo novos planos

Fazer novos planos também é um bom caminho. Sabemos que a frustração com as metas do ano pode causar desânimo com relação à construção de novos passos, porém, a vida é dinâmica e ela segue para frente. Embora seja difícil aceitar que deixamos o tempo passar para algumas coisas, ainda assim temos, em nossas mãos, o poder de pensar no nosso futuro.

Por isso, analise o que você espera conquistar de agora em diante e faça um planejamento focando nos seus limites e naquilo que cabe na sua rotina.

3. Lidando com as emoções

As emoções podem ser intensas quando nos sentimos frustrados com as metas não atingidas. Nesses casos, o ideal é ouvir as suas emoções, viver o luto que deve ser vivido e começar, pouco a pouco, a “esvaziar” essa angústia de não ter tido os resultados que você esperava ter.

Isto é, não prive-se de falar sobre as suas emoções ou de senti-las, mas, sim, deixe-as vir à tona, escute-as, dê atenção a elas e comece, aos poucos, a lidar com o que é sentido, focando nos próximos passos rumo ao futuro.

4. Pensando no aqui e agora

O passado passou, e o que temos, agora, é o presente. Pensar no que você tem hoje é uma forma de começar a mentalizar quais ações pode tomar no presente com foco no seu futuro.

Lembre-se de que mentalizar um passo de cada vez, sem querer dar “saltos maiores do que a perna” pode ajudá-lo a lidar com a frustração com as metas do ano.

E não se esqueça: nem sempre as coisas sairão como o planejado. Porém, o ato de planejar pode nos ajudar, inclusive, a lidar com os imprevistos.

Fique bem e feliz Ano Novo para você!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.