Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Filosofia Antiga: resumo para o ENEM

Filosofia Antiga: um resumo

O termo Filosofia Antiga se refere à primeira fase da filosofia e corresponde ao período de surgimento dessa área do conhecimento, no século VII a.C..

O assunto é cobrado com grande frequência em diversas questões de filosofia, com um destaque especial para aquelas da prova do ENEM

Filosofia Antiga: Introdução

A Filosofia Antiga se iniciou no século VII a.C., em diversas cidades no território que hoje conhecemos como Grécia e Turquia. Essa é a primeira fase da filosofia como um todo, que surgiria com a necessidade de encontrar uma explicação para o mundo e para as suas transformações.

O termo filosofia significa, em grego, “amor pela sabedoria” e indica o processo percorrido pelos chamados filósofos na busca por explicações racionais, ou seja, que utilizassem a razão e não a fé, para os fenômenos mais intrigantes da natureza.

Filosofia Antiga: Contexto Histórico

A Filosofia Antiga surge, como mencionado, no século VII a.C., período em que ocorria, na Grécia Antiga, uma série de transformações políticas, econômicas e sociais. Um dos principais fatores que contribuíram para o surgimento dessa primeira corrente da filosofia foi a organização das cidades-Estado. Nessa época, os gregos passaram a se organizar em médias comunidades autônomas que mantinham fortes relações econômicas entre si. Sem dúvidas, podemos afirmar que essas interações contribuíram para a circulação dos questionamentos e das reflexões filosóficas.

Além disso, as transformações políticas que ocorreram nesse período contribuíram para gerar diversos questionamentos nas mentes dos chamados filósofos: para esses, a explicação religiosa dos fenômenos da natureza não parecia mais suficiente. Assim, iniciou-se uma busca por explicações baseadas na racionalidade, contrapondo-se àquelas fornecidas pelos mitos. 

Filosofia Antiga: Fases

A Filosofia Antiga se divide em três períodos distintos. 

O primeiro deles é denominado de “pré-socrático” e se inicia no século VII a.C.. Como o seu próprio nome indica, essa fase corresponde ao período dos filósofos que viveram antes de Sócrates. Três nomes se destacam no período: Tales de Mileto, Anaximandro e Anaxímenes.

O segundo período da Filosofia Antiga é denominado de “socrático” e se inicia no século V a.C.. Essa época da Grécia Antiga é classificada como época clássica, caracterizada pelo surgimento da democracia e pelo enriquecimento da cidade de Atenas. Os três principais filósofos desse período são Sócrates, Aristóteles e Platão.

Por fim, o terceiro período da Filosofia Antiga é o “helenístico”, que se inicia no século IV a.C. e é caracterizado pelo domínio de Alexandre, o Grande na Grécia. Dois grandes pensadores se destacam: Epicuro e Zenão de Cítio.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.