Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Figuras de som: definição e quais são os tipos

As figuras de som são uma categoria das figuras de linguagem que dizem respeito à sonoridade. Elas enfatizam os fonemas e se valem da repetição e da imitação de vogais e consoantes para intensificar essa expressividade. O objetivo é criar significados a partir da sonoridade da mensagem.

De acordo com os estudos da linguagem, as figuras de som se dividem em quatro tipos. São eles: assonância, alteração, onomatopeia e paronomásia.

A assonância se caracteriza pela repetição de sons vocálicos. Desse modo, funciona como um recurso estilístico e é está muito presente na literatura, e na música. Por meio da intensificação do ritmo e da musicalidade ela constrói a expressividade do texto.

Há outra figura de linguagem semelhante à assonância e que gera muita confusão entre os estudantes: a aliteração. A aliteração também trabalha com a repetição mas, nesse caso, é com a repetição de consoantes. Essas duas figuras podem aparecer ao mesmo tempo em um mesmo verso ou frase.

Outra figura de som importante é a paronomásia. Ela recebe esse nome pois se expressa através de palavras parônimas. Os parônimos são termos que se parecem graficamente mas se diferenciam no significado. A paronomásia é muito aplicada na linguagem coloquial.

A onomatopeia, por sua vez, é caracterizada pela imitação de sons reais, sejam de pessoas, objetos ou animais. Há a reprodução de fonemas e palavras com o objetivo de aumentar a expressividade do discurso e causar impacto no leitor. Isso é muito comum em histórias em quadrinho e também em textos da internet.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia O que é e como funciona uma ONG.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.