Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

FGTS: Trabalhadores podem solicitar saque de R$ 1.045 a partir de hoje

A partir desta segunda-feira (07), 15 milhões de trabalhadores com contas no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) que tinham direito ao saque do FGTS emergencial de R$ 1.045 mas não fizeram a retirada podem voltar atrás e fazê-lo. O arrependimento pode ser manifestado a partir de hoje à Caixa Econômica Federal para que o banco libere o dinheiro mais uma vez.

O pedido pode ser feito pelo aplicativo do FGTS, disponível para celulares Android e iOS. Esse pedido pode ser feito apenas até o dia 21 de dezembro.

No segundo semestre de 2020, o governo brasileiro permitiu que os trabalhadores sacassem o FGTS emergencial. Um total de 60 milhões de trabalhadores puderam fazer o saque como forma de compensar perda ou redução de renda durante a pandemia do novo coronavírus.

Ao todo, a Caixa liberou R$ 37,8 bilhões. Ainda há cerca de R$ 7,9 bilhões que não foram sacados e que os trabalhadores podem manifestar a mudança de ideia. Quem tem saldo em conta ativa ou inativa do FGTS teve a quantia de até um salário mínimo disponível em conta poupança social digital, aberta automaticamente pela Caixa para este fim.

A Caixa também divulgou calendário de pagamento, feito de acordo com o mês dos trabalhadores, como acontece com o auxílio emergencial. Os saques ficavam disponíveis cerca de 60 dias após o dinheiro ser creditado. Antes disso, o valor podia ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Posteriormente, foi dada a opção de transferir o dinheiro para outra conta, mesmo antes da data de retirada.

De acordo com as regras do FGTS emergencial, o dinheiro podia ser movimentado até dia 30 de novembro. No caso de nenhuma movimentação até a data, a Caixa devolveria o valor à conta de FGTS do trabalhador, com a devida correção. Essa devolução aconteceu semana passada.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.