FGTS: Lucro de R$ 3.900 é confirmado para os trabalhadores; veja quem pode

O Lucro do FGTS: como funciona e quem pode receber

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um benefício que tem trazido notícias positivas para milhões de trabalhadores. Recentemente, aproximadamente 217,7 milhões de pessoas receberam um bônus de crédito proveniente dos lucros da poupança referentes a 2022. Esse lucro já está disponível nas contas dos beneficiários.

Distribuição do Lucro do FGTS

Desde 2017, o lucro do FGTS é distribuído aos trabalhadores que possuem conta no fundo. A ideia por trás disso é que eles recebam uma participação nos lucros obtidos por meio dos investimentos feitos com o saldo dessas contas. Esses investimentos são realizados pela Caixa Econômica Federal, o banco responsável pelo FGTS.

As aplicações do FGTS são feitas em serviços públicos, representando uma espécie de empréstimo ao governo federal para beneficiar diversos setores. Devido a essa prática, desde 2017, o banco é obrigado a repassar parte desses ganhos aos trabalhadores que possuem conta ativa no Fundo de Garantia. Inicialmente, o repasse era de 50% do lucro total, mas essa porcentagem foi aumentando ao longo dos anos.

Quanto é Depositado no Lucro do FGTS?

O valor do lucro do FGTS já foi depositado nas contas dos trabalhadores. No entanto, é importante ressaltar que não é possível retirar apenas a parcela do lucro do Fundo de Garantia. O valor recebido é somado ao saldo já existente na conta e pode ser utilizado em situações específicas, como demissão sem justa causa.

Para receber o lucro do FGTS, é necessário ter uma conta com saldo positivo até 31 de dezembro de 2022. Quanto maior for o saldo disponível nessa data, maior será o valor depositado na conta. Essa movimentação é benéfica para o trabalhador, pois aumenta o saldo que poderá ser sacado em casos de demissão sem justa causa, uso do financiamento imobiliário, saque-aniversário, entre outros.

Como Calcular o Saque Extra do FGTS?

O cálculo do índice de distribuição do FGTS é baseado em 99% do saldo do exercício anterior. Em 2022, esse saldo foi de R$ 13,2 bilhões, mas nunca considera 100% do valor. Essa quantia é então dividida entre as contas do FGTS registradas na Caixa Econômica Federal.

Dessa forma, o índice de distribuição foi de 0,02748761 sobre o saldo em conta ativa ou inativa do FGTS até o dia 31 de dezembro de 2021. Na prática, isso significa que um trabalhador que tinha R$ 1.000 na poupança recebeu um depósito de R$ 27,49.

A seguir, apresentamos uma tabela com estimativas de saldo na poupança e os respectivos valores recebidos pelos trabalhadores:

Saldo na Poupança Valor Recebido
R$ 100 R$ 2,75
R$ 500 R$ 13,74
R$ 1.000 R$ 27,49
R$ 5.000 R$ 137,45
R$ 10.000 R$ 274,90

Distribuição do Lucro do FGTS

A distribuição do lucro do FGTS ocorre da seguinte forma:

  • Os trabalhadores recebem uma participação pelos lucros do último ano;
  • A distribuição vale apenas para aqueles que tinham saldo positivo até dezembro de 2022;
  • O valor do lucro é incluso no saldo total do Fundo de Garantia;
  • Não é possível sacar apenas o lucro do FGTS de forma individual.

Ainda não é possível determinar exatamente quanto cada pessoa vai receber, mas estima-se que o valor total distribuído seja de cerca de R$ 15 bilhões, segundo dados da Advocacia Geral da União.

Com todas essas informações, fica claro que o lucro do FGTS é uma ótima notícia para os trabalhadores. Essa participação nos lucros obtidos pelo Fundo de Garantia proporciona um aumento no saldo disponível para saques e utilização em diversas situações. A distribuição desse lucro contribui para a segurança financeira e bem-estar dos trabalhadores brasileiros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.