Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

FGTS: Caixa finaliza os depósitos de lucro do fundo de garantia

A Caixa Econômica Federal informou nesta terça-feira (24) ter concluído os depósitos uma parte do lucro do Fundo de Garantia do Tempo de ServiçoFGTS referente ao ano de 2020. O pagamento que tinha previsão de ser efetuado até o final de agosto foi adiantado.

O valor a ser distribuído entre os contribuintes foi de R$ 8,129 bilhões. Esse montante estipulado pelo Conselho Curador do FGTS equivale a 96% do lucro líquido do fundo de garantia no ano de 2020, de R$ 8,467 bilhões.

Os trabalhadores podem sacar esse dinheiro?

O objetivo do FGTS é garantir ao trabalhador uma indenização pelo seu tempo de serviço em situação de demissão sem justa causa. Além disso, o fundo de garantia proporciona aos trabalhadores uma reserva que pode ser utilizada durante a aposentadoria ou por seus dependentes em caso de óbito.

Além disso, atualmente o fundo de garantia é uma importante fonte de recursos para programas habitacionais. Desse modo, o valor depositado na conta dos contribuintes pode ser utilizado para realização de financiamentos habitacionais, visando proporcionar a tão sonhada casa própria aos trabalhadores brasileiros.

Apesar desse rateio realizado nos últimos dias pela Caixa ter sido depositado na conta de cada contribuinte, o FGTS continua disponível apenas para saque mediante as regras tradicionais previstas por lei. Sendo assim, só poderão sacar o benefício os cidadãos que:

  • Forem demitidos sem justa causa;
  • Terminarem um contrato por prazo determinado;
  • Estejam realizando financiamentos habitacionais;
  • Em casos de aposentadoria ou óbito do contribuinte.

Apesar dos trabalhadores só poderem sacar o valor depositado sob essas condições, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço oferece a alternativa “Saque Aniversário”. Desta forma, é possível resgatar até três anos de seu FGTS de uma vez. Contudo, a instituição explica que o valor disponível para resgate refere-se a apenas uma parte do fundo, pois ele não pode ser sacado em sua totalidade.

A Caixa ainda esclarece que a modalidade de saque existe para que os cidadãos consigam adiantar seus projetos pessoais. Entretanto, essa função é uma operação de crédito comercial, sendo assim, são cobrados juros de 0,99% ao mês.

Como consultar o saldo FGTS?

De acordo com o site da Caixa, existem inúmeras maneiras de consultar o saldo FGTS, além do método tradicional (ir presencialmente em agências do banco). Hoje, os trabalhadores podem verificar seus saldos por meio do aplicativo FGTS, bem como o Internet Banking Caixa.

Segundo a instituição, no site da Caixa também é possível conferir o saldo e outras informações referentes ao fundo de garantia. Para isso, é necessário informar o número de CPF ou NIS e cadastrar uma senha. Após ler atentamente o regulamento, basta clicar em “aceito” para criar uma conta. O site então solicitará o preenchimento de dados pessoais e uma nova senha. Por fim, basta acessar normalmente a página com o CPF/NIS e a senha cadastrada.

Além disso, o FGTS disponibiliza um serviço de envio de mensagem SMS. Com esse serviço, os trabalhadores podem se manter informados a respeito do saldo e depósitos em sua conta do fundo de garantia. Para aderir a essa função, é preciso fazer uma solicitação pelos canais de atendimento do FGTS.

 

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.