Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Evento debate avaliação bens históricos, culturais e artísticos 

Nos últimos tempos, o Brasil acompanhou a destruição de locais fundamentais para a memória artístico-cultural do país. No ano de 2015, por exemplo, um incêndio atingiu o Museu da Língua Portuguesa na cidade de São Paulo. 

Já em setembro de 2018, outro incêndio de grandes proporções destruiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro. Além desses, no final de julho de 2021, outro incêndio atingiu a cinemateca brasileira em São Paulo. 

Preservar bens históricos é manter viva a imagem e memórias do povo brasileiro. Além disso, áreas como a engenharia e arquitetura fazem parte do cuidado de modo visceral. 

Por conta disso, o Ibape/SP (Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia de São Paulo) criou um programa inédito de avaliação de bens históricos, culturais e artísticos. 

O curso ocorrerá entre os dias 15, 16 e 17 de setembro de 2021, das 19 às 21h, por meio de uma live na plataforma Ibape/SP Conecta. 

Conteúdo do curso

O conteúdo do curso contribui para que o profissional passe a ter o conhecimento necessário para a adaptação dos métodos tradicionais de avaliação, aplicáveis em imóveis comuns, a esse mercado específico, de modo a cumprir em seus laudos os postulados normativos da NBR-14.653 da ABNT “Avaliação de Bens: Bens de Patrimônios históricos e artísticos”, partes 1 e 7.

O curso será ministrado pelo engenheiro civil Nasser Junior, sendo destinado a profissionais de avaliação que se interessam em acrescentar à sua formação e experiência já acumulados os princípios gerais e o modo de trabalho em relação à apuração de valores de mercado dos bens singulares e imóveis antigos protegidos por legislação especial de tombamento ou de preservação histórico-artístico-cultural.

Os bens históricos, artísticos, culturais, etc. podem ser avaliados como um ativo tangível e intangível. 

Em síntese, os tangíveis são formados por bens materiais e imóveis, como por exemplo:

  • Monumentos, 
  • Edifícios, 
  • Sítios arqueológicos, 
  • Elementos naturais que tenham significado cultural. 
  • Mobiliários, 
  • Utensílios, 
  • Obras de arte, 
  • Documentos, 
  • Vestuários, etc. 

Já o intangível é formado por bens imateriais, como por exemplo: 

  • Lendas, 
  • Rituais, 
  • Costumes, são alguns deles.

Serviço

  • Curso: Uma breve introdução à avaliação de bens singulares (históricos, culturais, artísticos e outros)
  • Formato: on-line (ao vivo)
  • Data: 15, 16 e 17 de setembro
  • Carga horária: 06 horas
  • Inscrições: https://www.ibapespconecta.com.br/loja

E então, gostou da matéria? Compartilhe com quem precisa saber disso!

Não deixe de ler também – Orçamento do Auxílio Emergencial já ultrapassa o do Bolsa Família

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.