Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Estudantes criam máquina capaz de descontaminar 50 máscaras em 5 minutos 

Um grupo de estudantes do Ceará desenvolveu uma espécie de câmara que consegue descontaminar 50 máscaras de proteção e EPIs (Equipamentos de proteção individual)em 5 minutos. 

De acordo com estudantes da Unilab (Universidade de Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira) a câmara está em processo de desenvolvimento desde outubro de 2020. 

O objetivo não é somente a descontaminação dos itens, mas doar as máscaras reutilizáveis para hospitais do SUS (Sistema Único de Saúde). 

Os estudantes afirmaram que tudo começou quando eles receberam o convite da OSA (The Optical Society) dos Estados Unidos, para produzir e pesquisar uma câmara para máscaras do tipo N95. 

A turma é composta por estudantes de Engenharia e Energias e Engenharia da Computação do IEDS (Instituto de Engenharias e Desenvolvimentos Sustentável. 

Câmara fabricada no Brasil seguindo protocolos de Oxford

A câmara de descontaminação é totalmente brasileira, no entanto, segue os protocolos de construção desenvolvidos pela Universidade de Oxford, na Inglaterra. 

O primeiro protótipo da câmara foi desenvolvido no laboratório de engenharia e contava com lâmpadas de radiação ultravioleta. 

O resultado foi extremamente satisfatório, afinal, a radiação esteriliza qualquer micro-organismo presente nas máscaras, e assim elas podem ser reutilizadas. 

Como a máquina funciona?

As lâmpadas de radiação ultravioleta colocadas na máquina tem a capacidade de destruir qualquer ser vivo, não importando o quão microscópico ele seja, das máscaras e equipamentos de proteção individual. 

Vale destacar que essa exposição à radiação ultravioleta não causa nenhum dano ao objeto, ou seja, eles ficam prontos para serem reutilizados como se fossem novos. 

Através do aparelho o professor orientador do projeto, Dr. Sabi Yari Moïse Bandiri, diz ser possível descontaminar até 50 máscaras em 5 minutos por vez.

A saber, em breve a câmara de descontaminação será doada para o Hospital Filantrópico do município de Redenção, no Ceará.

E então, gostou da matéria? Não deixe de ler também – Pandemia: 4 entre 10 jovens pensaram em parar de estudar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.