Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Espanhol: 8 fatos sobre o idioma que você precisa conhecer

Fala espanhol ou tem vontade de aprender a língua? Então você precisa entender melhor sobre sua importância e origem.

Trouxemos neste post alguns fatos sobre o idioma. Confira!

O espanhol é o segundo idioma do mundo

Com 329 milhões de falantes nativos, o espanhol é o segundo idioma do mundo em termos de número de pessoas que o falam como primeira língua. Está um pouco à frente do inglês (328 milhões), mas muito atrás do chinês (1,2 bilhão).

É falado em todo o mundo

O espanhol tem pelo menos 3 milhões de falantes nativos em cada um dos 44 países, tornando-se o quarto idioma mais falado atrás do inglês (112 países), francês (60) e árabe (57). A Antártica e a Austrália são os únicos continentes sem uma grande população de língua espanhola.

Espanhol é da mesma família que o inglês

O espanhol faz parte da família indo-europeia de línguas, falada por mais de um terço da população mundial. Outras línguas indo-europeias incluem inglês, francês, alemão, as línguas escandinavas, as línguas eslavas e muitas das línguas da Índia.

O espanhol pode ser classificado ainda como uma língua românica, grupo que inclui o francês, o português, o italiano, o catalão e o romeno. Falantes de alguns deles, como português e italiano, podem frequentemente se comunicar com falantes de espanhol até certo ponto.

Surgiu em meados do século 13

Embora não haja uma fronteira clara definindo quando o latim do que hoje é a área centro-norte da Espanha se tornou espanhol, é seguro dizer que a língua da região de Castela tornou-se uma língua distinta em parte devido aos esforços do Rei Alfonso no século 13 para padronizar a linguagem para uso oficial.

Na época em que Colombo chegou ao hemisfério ocidental em 1492, o espanhol havia chegado a um ponto em que a língua falada e escrita seria facilmente compreensível hoje.

O espanhol às vezes é chamado de castelhano

Para as pessoas que o falam, o espanhol recebe o nome de castelhano. Os rótulos usados variam regionalmente e às vezes de acordo com o ponto de vista político.

Embora os falantes de inglês às vezes usem “castelhano” para se referir ao espanhol da Espanha em oposição ao da América Latina, essa não é a distinção usada entre aqueles que falam o idioma. Nós, brasileiros, também não costumamos fazer essa diferenciação.

Se você pode soletrar, você pode dizer

O espanhol é uma das línguas mais fonéticas do mundo. Se você sabe como uma palavra é escrita, quase sempre pode saber como ela é pronunciada (embora o inverso não seja verdadeiro).

A principal exceção são as palavras recentes de origem estrangeira, que geralmente mantêm a grafia original.

A maioria dos falantes está na América Latina

Embora tenha se originado na Península Ibérica como um descendente do latim, hoje o idioma tem muito mais falantes na América Latina. Isso se deve muito à colonização espanhola nesses países.

Existem pequenas diferenças de vocabulário, gramática e pronúncia entre o espanhol da Espanha e o espanhol da América Latina, não tão grandes a ponto de impedir uma comunicação fácil.

As diferenças nas variações regionais do espanhol são mais ou menos comparáveis às diferenças entre o inglês americano e britânico.

O árabe teve uma grande influência na língua espanhola

Depois do latim, o idioma que mais influenciou o espanhol é o árabe.

Hoje, a língua estrangeira que mais influencia é o inglês, e o espanhol já adotou centenas de palavras em inglês relacionadas à tecnologia e à cultura.

E então, gostou de conhecer essas informações?

Não deixe de ler também – Falsos cognatos entre a língua portuguesa e o espanhol

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.