Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

URGENTE: Governo resolve adiar edição do ENEM 2020

O MEC (Ministério da Educação) e o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) informaram que o exame será adiado por 30 a 60 dias.

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) teve suas provas adiadas nesta quarta-feira (20). A decisão vem um dia após o Senado Federal aprovar, em Projeto de Lei (PL), o adiamento das provas do certame.

O MEC (Ministério da Educação) e o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) informaram que o exame será adiado por 30 a 60 dias.

Após a decisão de adiamento, a prova deve acontecer em dezembro ou janeiro de 2021. Em média,  cerca de 5 milhões de candidatos participam do Enem. Em 2020, de acordo com informações do MEC, mais de 4 milhões já fizeram sua inscrição.

“Atento às demandas da sociedade e às manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram pelo adiamento da aplicação dos exames nas versões impressa e digital. As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais”, diz o comunicado oficial.

O período de inscrições continua o mesmo,  inalterado. Encerrando às 23h59 desta sexta-feira (22).

Na última terça-feira (19), o ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse que iria fazer uma consulta aos alunos sobre o adiamento ou não das provas do Enem.

Inscrições para o Enem 2020

As inscrições estão previstas para até o dia 22 de maio e o acesso deve ser feito por meio da Página do Participante. O Enem impresso ocorrerá nos dias 1 e 8 de novembro e o Enem digital nos dias 22 e 29 de novembro.

Este ano, estudantes que não pediram a isenção, mas que se encaixam dentro do perfil pré estabelecido para tal recurso, terão seu resultado automaticamente no ato da inscrição, mesmo que sem a solicitação formal, e os que não compareceram nos dias da edição do Enem 2019 também terão direito a isso, algo que até então não era possível por conta da ausência.

O estudante deverá informar seu CPF próprio (não pode ser de pai ou mãe), RG, data de nascimento, telefone para contato e um e-mail ativo (sua atividade em ativação é importante para casos de mudança de senha e para notificações). Além disso,o estudante que não quiser declarar o nome do pai ou mãe terá a opção de não fazê-lo.

Veja também: Preparação para o Enem: padrões que você ter na hora de resolver sua prova 

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?