Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Educação no Brasil: 5 principais obstáculos enfrentados pelo sistema educacional

A educação brasileira passa por muitas dificuldades. Veja um panorama com algumas delas e entre nesse debate

Falta de investimento, baixo salário dos professores, pais e responsáveis que não participam, entre tantos outros assuntos estão sempre presentes no debate sobre as deficiências da educação no Brasil.

Em contrapartida, todos sabem o quanto a educação é essencial para o desenvolvimento da sociedade. Para muitos, é preciso resolver todas as questões estruturais até que surja uma luz no fim do túnel nesse âmbito por aqui.

Para trazer à tona essa discussão tão necessária, resolvemos explorar os cinco entraves principais do sistema educacional brasileiro.

1 – Desafios socioeconômicos

A falta de igualdade de oportunidades entre as diversas camadas da sociedade faz com que nem todos tenham acesso à escola formal, faculdade ou qualquer outro nível de formação.

Também não é igualitária a aprendizagem, uma vez que há déficit na cadeia de ensino para pessoas com deficiências físicas e intelectuais, assim como as que têm qualquer dificuldade.

O movimento Todos Pela Educação lançou o Anuário 2020 com dados referentes aos níveis de desenvolvimento socioeconômico dos alunos e demais monitoramos.

2 – Evasão escolar

Enquanto o início do Ensino Fundamental tem boa adesão, as demais fases da educação básica sofrem com a chamada evasão escolar.

De acordo com o Anuário Brasileiro da Educação Básica 2020, citado no tópico anterior,  cerca de 88.631 mil crianças e adolescentes entre seis e 14 anos de idade não estão matriculados em escolas.

Esse número é ainda maior quando falamos de jovens entre 15 e 17 anos, que deveriam estar estudando no Ensino Médio: 674.814 estão fora da escola.

Todavia, a evasão escolar tem motivações muito mais complexas. As principais são:

  • Baixa renda familiar
  • Pais e responsáveis com pouca (ou nenhuma) escolaridade
  • Domicílios em áreas rurais, isoladas ou de risco
  • Trabalho infantil / informal
  • Discriminação racial ou por gênero
  • Atraso escolar maior que dois anos

3 – Analfabetismo

A taxa de analfabetismo no Brasil também surge como um dos obstáculos enfrentados pelo sistema educacional.

Esse número é medido pelo IBGE, por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua. O último balanço, em 2018, mostra que o analfabetismo no Brasil atinge 11,3 milhões de pessoas. Isto significa cerca de 6,8% da população acima de 15 anos sem saber ler e nem escrever.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Lembrando que o Plano Nacional de Educação (PNE) de 2015 tinha como meta reduzir drasticamente o número de analfabetos no País. Mas as pesquisas indicam que, mesmo tendo caído a porcentagem, essa redução é bem lenta e os números permanecem altíssimos.

4 – Violência contra professores

Segundo a Operação para Cooperação de Desenvolvimento Econômico, a OCDE, o Brasil lidera o ranking de violência contra professores de escolas do Ensino Fundamental e Médio.

Há algumas causas para que isso ocorra. Por exemplo:

  • Múltiplas situações de risco
  • Ausência de proteção
  • Problemas acadêmicos
  • Dificuldades na aprendizagem
  • Maior taxa de repetência
  • Faltas sem justificativa
  • Punições mais duras

Entre medidas ditas como eficazes, segundo os especialistas em educação e no sistema educacional, está a realização de assembleias em sala de aula. Os conflitos deveriam ser trabalhados de forma constante para que não houvesse brechas para atentados do tipo.

5 – Falta de investimentos

Não poderíamos deixar de falar sobre um dos maiores problemas da educação no Brasil: a falta de investimentos.

É consensual que há déficits no que diz respeito à estrutura das escolas já existente, à quantidade de instituições, sobretudo nas periferias, à formação dos professores, aos equipamentos de tecnologia, entre tantos outros.

Segundo o anuário realizado em 2020 pelo programa Todos pela Educação, “o gasto público
anual por estudante da rede pública na média dos países da OCDE é mais do que o dobro do brasileiro, tanto na Educação Infantil e no Ensino Fundamental como no Ensino Médio”.

Além disso, os investimentos em recursos didáticos são muito diferentes de região para região, tendo em vista que o País é continental.

E então, o que achou desse panorama sobre os principais percalços enfrentados pela educação brasileira? Certamente faltaram outros pilares nessa lista e você pode nos ajudar a lembrá-los e continuar esse debate!

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?