Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Alunos e professores têm até dia 14 para opinar sobre aulas remotas

O objetivo é entender a percepção dos alunos e professores sobre a nova rotina de aulas e estudos

O Ministério da Educação (MEC) ampliou o prazo da pesquisa com a comunidade acadêmica sob a nova rotina de aulas e estudos diante da pandemia de Covid-19. Alunos e professores de todas as instituições de ensino superior das redes pública e privada que estavam matriculados ou lecionaram no primeiro semestre deste ano, em cursos presenciais, têm até o dia 14 de agosto para participar, respondendo a um questionário on-line a respeito das experiências com as aulas nesta época de restrições e isolamento social.

A iniciativa é um desdobramento da publicação da Portaria nº 544, de 16 de junho de 2020, que trata da substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais durante a circulação do novo coronavírus. O objetivo é entender a percepção dos alunos e professores sobre a nova rotina de aulas e estudos, bem como obter informações sobre as ferramentas e tecnologias utilizadas no caso das substituições ocorridas nos cursos presenciais com a utilização de TICs, além de utilizar as informações para melhorar as políticas regulatórias e de supervisão do sistema federal de ensino superior.

Questionários


O MEC trabalha em parceria com a organização social, Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), para a elaboração da pesquisa, o cruzamento de dados e a consolidação das respostas. Foi criado um formulário específico para cada grupo: um para as instituições de ensino (para checar a adesão às aulas remotas e dados sobre evasão escolar, por exemplo), outro para os professores e um terceiro para os alunos – esses dois últimos têm perguntas a respeito da suspensão das aulas e da oferta de ferramentas adequadas para as aulas em meios digitais.

Das cerca de 3.000 instituições de ensino superior credenciadas pelo MEC, 1.339 responderam ao questionário, o que corresponde a 44,6% do total. Aos alunos e professores, os questionários foram disponibilizados no dia 15 de julho. Se você é professordo ensino superior, poderá acessar e responder ao questionário aqui. Ou se você é aluno de qualquer instituição do ensino superior, poderá clicar aqui para acessar e responder ao questionário. De toda a forma, alunos e professores também receberam o questionário por meio do e-mail cadastrado junto à instituição de ensino.  

MEC diz não saber quantos alunos acompanham aulas remotas

 

Enquanto isso, o MEC diz não saber quantos alunos de escolas públicas acompanham aulas remotas. No final do mês de junho, um grupo de sete deputados federais enviaram um ofício ao MEC pedindo dados sobre a situação dos alunos de escolas públicas na pandemia.

De acordo com o portal G1, o grupo faz parte de uma comissão da Câmara que acompanha os trabalhos do ministério da Educação. Contudo, a resposta conferida pelo Ministério da Educação surpreendeu. Isso porque o órgão afirmou que não sabe quantos alunos da rede pública estão acompanhando aulas remotas.

Muitos estudantes estão recebendo os conteúdos por canais especiais de TV, por sites mantidos pelo governo ou então por aplicativos. No entanto, sabe-se que uma boa parcela não está tendo acesso por falta de recursos.

 

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?