Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Educação: inscrições prorrogadas para edital que apoia pesquisas que apontam soluções para equidade racial

Prazo foi prorrogado até 20 de junho. Interessados podem inscrever projetos de pesquisa aplicada e artigos científicos. Investimento total é de R$ 3 milhões

As inscrições para o Edital Equidade Racial na Educação Básica foram prorrogadas até o dia 20 de junho, 15h (sábado) e podem ser feitas no site . Realizado pelo Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (Ceert) e Itaú Social, por meio da iniciativa serão investidos R$ 3 milhões em trabalhos que apontam soluções para a redução das desigualdades étnico-raciais nas escolas. Os pesquisadores podem se inscrever em duas categorias: pesquisa aplicada e artigos científicos.

Na categoria pesquisa aplicada, podem participar pesquisadores mestres ou doutores, que já possuam ou estabeleçam cooperação formal com escolas públicas, redes de ensino municipal e estadual ou organizações da sociedade civil (OSC) da área da educação. Serão selecionados 15 projetos de pesquisa aplicada, que receberão um aporte de R$ 150 mil cada, além de uma bolsa no valor de R$ 3 mil para o pesquisador coordenador, no período de 18 meses.

Já na categoria artigo científico, podem se inscrever graduados, mestres e doutores, desde que o artigo seja inédito e a titulação do autor tenha sido obtida há no máximo cinco anos. Dois artigos de cada modalidade receberão reconhecimento financeiro. As modalidades e os valores são: graduados: R$ 3 mil; mestres: R$ 5 mil e doutores R$ 8 mil. Também receberá menção honrosa um artigo de cada modalidade.

A divulgação dos resultados ocorrerá em setembro.

Parcerias

A iniciativa conta com a parceria do Instituto Unibanco, Fundação Tide Setubal e Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). Para garantir a transparência em todo o processo seletivo, as cinco instituições realizadoras e parceiras formam uma estrutura de governança, com o apoio de um conselho consultivo constituído por profissionais da temática racial, educação básica, assim como fomento e organização de editais de pesquisa. As informações são da Assessoria de Imprensa do Itaú Social.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.