Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Edital Advocacia Geral da União abre 110 vagas; Salário de até R$ 8.300

A Advocacia-Geral da União faz saber aos interessados a abertura de novos editais de processo seletivo para o preenchimento de 110 vagas temporárias. Foram, ao todo, dois documentos publicados.

A nova seleção ocorre por conta da Medida Provisória nº 1.039, que liberou novas parcelas do auxílio emergencial. A medida foi a que deu autorização para contratação de profissionais temporários na Advocacia-Geral da União (AGU).

O primeiro edital divulgado para AGU, o de número 6, conta com 100 vagas, sendo 50 para o cargo de atividades técnicas de formação específica (profissional de apoio), de nível médio. Os salários iniciais para os aprovados, conforme o edital, chegam a R$1.700.

As outras 50 vagas no edital 6 são destinadas ao cargo de atividades técnicas de suporte (profissional de apoio), de nível superior em qualquer área. A remuneração é de R$3.800.

Vale destacar que além do nível escolar exigido, o candidato deverá ter experiência profissional de um ano relacionada à triagem e tratamento ou análise de processos judiciais.

As vagas, em ambos os casos, são para ingressos nas Procuradorias Regionais de Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Recife (PE) e Porto Alegre (RS).

Já o segundo edital publicado, o de número 7, conta com 10 vagas, todas oferecidas para candidatos de ensino superior. Do total, cinco são destinadas para profissionais de atividades técnicas de complexidade gerencial (gerente), com graduação em Administração, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Pública ou qualquer área correlata.

O restante das vagas, cinco, são para atividades técnicas de tecnologia da informação (técnico) e exigem a graduação em Análise de Sistemas, TI, Ciência da Computação ou qualquer área correlata.

Além da escolaridade exigida, os candidatos deverão ter experiência profissional mínima de três anos, na área de formação. Os salários de ambos os cargos podem chegar a até R$8.300.

Para o cargo de gerente, o edital conta com cinco vagas nas Procuradorias Regionais mencionadas acima. Já o posto de gerente possui oportunidades apenas na Diretoria de Tecnologia da Informação, em Brasília.

Inscrição e Etapas

Os interessados em concorrer a uma das vagas na seleção deverão se inscrever até as 23 horas e 59 minutos do dia 30 de abril de 2021, no site da Advocacia-Geral da União. Não haverá qualquer taxa para se inscrever.

Os editais publicados confirmam que no ato da inscrição, o candidato deverá enviar os documentos de títulos e de comprovação de experiência profissional, que serão avaliados durante a seleção.

A seleção vai contar com apenas uma análise curricular. Os candidatos, nesta etapa, serão avaliados por títulos que forem representados por diplomas e certificados definitivos de conclusão de curso, como:

  • graduação (um ponto);
  • doutorado completo (dois pontos);
  • mestrado completo (1,5 pontos);
  • especialização na área/ cargo a que concorre (um ponto); e
  • experiência profissional (um ponto).

A avaliação de títulos e experiência profissional, além do mínimo exigido para o cargo, terá caráter meramente classificatório. Já a análise da experiência prévia considerará apenas atividades realizadas a partir de 2006, inclusive, sem sobreposição de tempo na contagem.

O resultado final da seleção tem previsão de ser publicado no dia 08 de junho de 2021. Com a homologação, a seleção ficará válida por um ano, podendo ser prorrogada por igual período.

Por fim, os editais informam que os candidatos convocados serão contratados pelo período de um ano, admitida a prorrogação, desde que o prazo total não exceda a dois anos.

Sobre a AGU

A Advocacia-Geral da União é uma instituição pública que tem como objetivo a representação da União no campo judicial e extrajudicial, sendo-lhe, ainda, reservadas as atividades de consultoria e assessoramento jurídico do poder executivo, nos termos do art. 131 da Constituição Federal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.