Economia: dados oficiais sobre despesas líquidas de lucros e dividendos

Confira dados oficiais sobre despesas líquidas de lucros e dividendos, considerando a economia atual. Veja dados do Banco Central!

De acordo com informações oficiais do Banco Central do Brasil (BCB), divulgadas no dia 24 de outubro de 2022, as despesas líquidas de lucros e dividendos aumentaram para US$5,3 bilhões, ante US$2,5 bilhões em setembro de 2021, com destaque para as despesas brutas de lucros de investimento em carteira, que aumentou de US$724 milhões em setembro de 2021 para US$3,0 bilhões em setembro de 2022, considerando as estatísticas do setor externo.

Economia: dados oficiais sobre despesas líquidas de lucros e dividendos

As despesas líquidas com juros somaram US$1,2 bilhão em setembro de 2022, ante US$899 milhões em setembro de 2021, informa o Banco Central do Brasil (BCB).

Os ingressos líquidos em investimentos diretos no país (IDP) somaram US$9,2 bilhões em setembro de 2022, ante US$4,6 bilhões em setembro de 2021, atualiza o Banco Central do Brasil (BCB).

Atualização sobre o IDP

Houve ingressos líquidos de US$3,4 bilhões em participação no capital e de US$5,7 bilhões em operações intercompanhia. Nos doze meses encerrados em setembro de 2022, o IDP totalizou US$73,8 bilhões (4,10% do PIB), ante US$69,2 bilhões (3,88% do PIB) no mês anterior e US$49,9 bilhões (3,17% do PIB) em setembro de 2021.

Investimentos

Os investimentos em carteira no mercado doméstico totalizaram saídas líquidas de US$2,6 bilhões em setembro de 2022, compostos por saídas de US$3,9 bilhões em ações e fundos de investimento e entradas de US$1,2 bilhão em títulos de dívida. 

De acordo com o Banco Central do Brasil (BCB), nos doze meses encerrados em setembro de 2022, os investimentos em carteira no mercado doméstico somaram saídas líquidas de US$2,5 bilhões.

Reservas internacionais

As reservas internacionais somaram US$327,6 bilhões em setembro de 2022, redução de US$12,1 bilhões em comparação ao mês anterior. O resultado decorreu, principalmente, das variações por preços e paridades, que contribuíram para reduzir o estoque em US$6,5 bilhões e US$2,5 bilhões, respectivamente.

Acompanhe as informações oficiais sobre a economia

É importante acompanhar as informações atualizadas do Banco Central do Brasil (BCB) sobre a economia por diversas vertentes, considerando o comércio exterior e a economia interna.

Uma vez que diversos fatores impactam o fluxo de oferta e a inflação, impactando o consumo das famílias e a economia global, considerando as oportunidades de emprego e renda. Sendo assim, acompanhe as diversas atualizações periódicas realizadas pelo Banco Central do Brasil (BCB).

Além disso, acompanhe outras plataformas confiáveis do Governo Federal, como o Ministério da Economia (ME), para se atualizar quanto às medidas e as políticas públicas que impactam diversos setores e a economia, de forma direta ou indireta.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.