Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

É fake que nova presidente da Caixa é investigada por fraudar INSS

Conjunto de postagens que circula nas redes sociais acusa nova presidente da Caixa Econômica de fraudar benefícios do INSS

Não é verdade que a nova presidente da Caixa Econômica Federal está sendo investigada por fraudar auxílios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Um conjunto de posts que circula nas redes sociais acusa Daniella Marques Consentino de responder a 107 ações por fraude na Previdência. Trata-se apenas de uma fake news.

Checagem pública no sistema do site do JusBrasil, mostra que Daniella é citada apenas em oito processos correntes. Nenhum deles fala sobre a questão das supostas fraudes no sistema do INSS. Em uma das citações, ela é ré por questões trabalhistas desde 2017. Em outras três, ela é a autora e nos demais ela tem apenas uma citação simples.

Há uma certa confusão sobre o tema porque quando se pesquisa pelo nome Daniela Marques, com apenas um ele, o número de processos que aparecem é justamente o de 107, que é a quantidade citada no post da fake news. Entretanto, o nome da nova presidente da Caixa é Daniella com dois eles, e não há indicação de procedimento por fraude em benefícios do INSS com esta titularidade.

A equipe jurídica de Daniella Marques enviou uma nota para a imprensa afirmando que o conjunto de posts são falsos. A defesa da presidente da Caixa diz ainda que “não existe qualquer tipo de ilícito” e que “os processos que se referem especificamente a ela são de foro íntimo e não possuem qualquer relação com a gestão do banco”.

Daniella Marques tomou posse como presidente da Caixa Econômica Federal depois que denúncias de assédio moral e sexual atingiram o seu antecessor, Pedro Guimarães. Antes de assumir a vaga, Daniella trabalhava como secretária especial de Produtividade e Competitividade. Internamente, ela é vista como aliada do Ministro da Economia, Paulo Guedes.

Fraudes no INSS

Nos últimos dias, a Polícia Federal (PF) chegou a realizar algumas operações para combater fraudes no INSS. Estas são denúncias reais, e envolvem pessoas que realmente tentaram driblar o sistema de pagamentos de benefícios.

Na Bahia, por exemplo, o INSS chegou a apresentar uma nota pública para dizer que criminosos estavam se passando por atendentes do instituto para fazer vítimas nas últimas semanas. Eles se apresentam pelas redes sociais e pediram dados pessoais dos cidadãos.

Os golpistas afirmam que precisam das informações dos segurados para que eles não percam o direito de seguir recebendo os seus respectivos benefícios. Em alguns casos, os criminosos chegam a enviar links.

Como se proteger dos golpes reais

Informações da Polícia Federal dão conta de que não é possível se livrar completamente do risco de sofrer um golpe, seja no INSS ou em qualquer outro lugar. Entretanto, existem algumas práticas que podem fazer com que o cidadão tenha um pouco mais de segurança.

Nesse sentido, é importante atentar para o clique em links. Vários golpistas usam links para que os cidadãos cliquem no sistema e assim eles consigam fazer mais vítimas. Para evitar o problema, é importante não clicar em tudo o que recebe.

Outra dica importante é não acreditar em tudo o que chega no seu celular. Assim como a história da presidente da Caixa Econômica, existem vários casos de fake news que circulam pela internet com o intuito de enganar as pessoas.

5/5 - (1 vote)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.