Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

5 dificuldades dos franqueados e como superá-las

Aprenda a contornar possíveis problemas ao ter uma franquia

Qualquer negócio que você for investir é preciso que se prepare para os desafios que terá que enfrentar. Sabe-se, então, que o modelo de franquias é mais fácil e mais seguro, mas, mesmo assim, você irá enfrentar dificuldades. Por isso que hoje, nós vamos indicar algumas das dificuldades dos franqueados e como superá-las.

5 dificuldades dos franqueados e como superá-las -- Reprodução Canva
5 dificuldades dos franqueados e como superá-las — Reprodução Canva

Quais são, afinal, as 5 maiores dificuldades dos franqueados e como vencê-las?

Apresentamos na sequência as 5 maiores dificuldades encontradas pelos franqueados na gestão de sua unidade e as maneiras de superação delas. Confira:

1. Deixar de planejar as ações da unidade por conta das dificuldades dos franqueados

Mesmo que você tenha todo encaminhamento dos processos e das operações a serem realizadas na empresa, você precisa planejar as suas ações bem como traçar objetivos e metas. 

Assim, a sua unidade funcionará de maneira adequada e manterá os padrões de qualidade e atendimento da franquia piloto. Afinal, os clientes que já conhecem a marca, sabem exatamente o que irão encontrar e é por isso que elas estão aí neste local.  

Planejar com atenção as rotinas a curto, médio e longo prazo dará para o franqueado uma posição exata de como está o crescimento da unidade e se ela atenderá as suas expectativas.

2. Não permita que a falta de experiência no ramo deixe claro que você não sabe o que fazer

Sabe-se que a experiência com o negócio vem com o tempo de atuação. Portanto, conte sempre com a franqueadora para tirar todas as suas dúvidas e aproveite ao máximo os seus treinamentos. Afinal, você precisa manter a qualidade, o serviço e o atendimento oferecido pela franquia.

Mesmo que você tenha experiência com esse tipo de negócio, há uma diferença muito grande, principalmente nas questões operacionais. Elas são fundamentais para que você replique tudo que está na empresa original também na sua unidade. Aproveite o know-how e o suporte dado pela franqueadora neste momento, principalmente.

3. Procure gerir as pessoas de forma eficiente

Quando temos colaboradores no negócio, precisamos avaliar qual é o perfil de cada um, suas habilidades, capacidades e pontos fracos. O bom gestor de pessoas aproveitará essa avaliação para salientar as contribuições e conseguir o melhor de cada colaborador na sua unidade.

Não esqueça que são pessoas e que existem demandas que precisam ser atendidas. Assim, procure administrar os pedidos da melhor maneira possível e não tenha medo de “perder a autoridade” ajudando um colaborador.

Se envolva com a equipe de trabalho, inspire as pessoas a darem o melhor de si para que sua empresa tenha maior sucesso.

Não se esqueça que o colaborador que trabalha motivado, faz com que o empreendedor tenha maior lucratividade.

Saiba que, problemas sempre existirão, mas é preciso saber lidar com diálogo e paciência. Não deixe que pequenos imprevistos se tornarem grandes. Atue diretamente sobre eles:

  • Ofereça capacitações;
  • Motive a equipe;
  • Faça momentos de feedback elogiando em grupo e chamando atenção no particular, afinal, é preciso fazer com que o colaborador evolua na sua função;
  • Tenha um bom processo de comunicação;
  • Seja próximo aos colaboradores;
  • Na contratação de colaboradores, privilegie aqueles que se harmonizem com a cultura da unidade.

4. Seja empreendedor

Apesar de que você esteja vinculado à franqueadora, a gestão da sua unidade é de sua responsabilidade. Assim, respeite as normas e os padrões estabelecidos pela franqueadora, mas tome atitudes de gestão e gerencie o seu negócio. 

Conheça as finanças do seu empreendimento, gerencie os gastos desnecessários, invista em atendimento ao cliente, esteja presente no negócio, acompanhe de perto as operações realizadas, faça a gestão de pessoas e se arrisque.

5. Saiba seus direitos e deveres para com a franqueadora

Tenha claro quais são os seus direitos e deveres para com a franqueadora, bem como os direitos e deveres da franqueadora para com você. Esta atitude evitará vários problemas.

Respeite as regras que você aceitou na hora da contratação da franquia e aquilo que você receberá em troca por parte da empresa que criou o negócio. 

Não é difícil resolver estas dificuldades que serão enfrentadas nas relações entre os envolvidos. Para tal, busque sempre utilizar do bom e velho bom senso e tenha o mínimo de noção, respeito, tente ir pelo caminho do diálogo e da comunicação e assim, você irá evitar confusões.

Por fim, não se esqueça que franqueadora e franqueado não são concorrentes, mas, sim, bons parceiros no negócio. Dessa forma, se um ganha, ambos irão ganhar, pois ninguém quer ficar no prejuízo. Estabeleça relações de cordialidade e respeito e espere ser tratado da mesma maneira.

Certamente com essas dicas e informações, será mais interessante e tranquilo para você dar início nesta jornada.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.