Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

O que a ciência diz sobre práticas de estudo

Confira dicas de estudo com base científica.

Se você precisa melhorar suas práticas e organização de estudo, você está no artigo certo. Ao se preparar para um exame, seja ele da escola, faculdade, Enem ou de um concurso, a organização e as práticas de estudos são variadas.

Contudo, nem todas as práticas empregadas geram bons resultados. Certo? Quer saber como fugir delas? Invista no que a ciência diz.

Neste artigo apresentaremos 5 dicas com hábitos, técnicas e mecanismos de aprendizagem fundamentadas na ciência.

1. Medite

Pode parecer besteira dizer isto, mas não é! É comprovado cientificamente que a meditação traz  muitos benefícios ao corpo humano, principalmente ao cérebro.

A meditação é uma prática milenar e, para apresentar resultados perceptíveis, deve ser realizada cotidianamente. Reserve pelo menos 10 minutos do seu dia para esta prática. Segundo a pesquisadora Camila Vorkapic, um estudo em Havard apontou o aumento do número de neurônios como resultado mais significativo da meditação.

A meditação pode ajudar você a disciplinar sua mente e treiná-la, ajudando a melhorar a sua concentração diária nos estudos.

2. Revise sempre

Uma das maiores dificuldades dos estudantes dificuldades dos alunos é de memorização dos assuntos. Muitos têm a sensação de esquecer o assunto estudado em pouco tempo.

A nossa capacidade de memorização foi objeto de estudo do psicólogo Hermann Herbbinghaus, que culminou na generalização intitulada A Curva do Esquecimento.

Uma forma de resolver esta situação de esquecimento e evitar a tal curva é recorrer a revisões espaçadas, técnica de estudo que surgiu a partir do  estudo mencionado.

Outro modo de revisar é utilizando o sistema Leitner, método de estudo para memorização através de cards. Veja aqui algumas ferramentas que podem te auxiliar.

3. Utilize a recordação ativa

Um estudo de psicologia realizado por pesquisador da University of Washington revelou que a prática de ler e reler pode gerar uma falsa sensação de dominar bem o conteúdo.

Desse modo, o pesquisador recomendou aos alunos a técnica de recordação ativa, que consiste em ler e posteriormente repassar tudo o que foi lido sem pescar no material.

3. Aposte em diferentes ambientes

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Foi comprovado cientificamente que estudar em diferentes locais também é ótimo para potencializar seus estudos. Uma pesquisa realizada na UCLA (University of California, Los Angeles) aponta que mudar o ambiente de estudo, seja ele fechado ou ar livre, melhora os resultados dos estudantes.

Isso pode colaborar para que você se adapte a diferentes tipos de iluminação e níveis de barulho, não entrando em desespero quando estiver longe do seu cantinho de estudo.

4. Durma bem

Aposte no slee-learning! Em outro estudo da UCLA foi comprovado que o sono é aliado perfeito para o aprendizado.

Dormir bem é crucial para o bom funcionamento do cérebro. Uma boa dica é usar o sono a seu favor: durma após o seu momento de estudo. Isto ajuda na memorização dos assuntos.

Leia Também:

brasil 123  
1 comentário
  1. Yasmim Borges Diz

    Estava precisando deste texto. Realmente não sabia dos benefícios da meditação. Começarei a seguir essa dica.
    A questão do sono é crucial para mim. Se eu não dormir bem, não consigo estudar direito e memorizar os assuntos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?