Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Dell adiciona 11a geração de chips Intel aos notebooks Inspiron

Com bordas de tela ultrafinas e design compacto, o modelo combina o conforto de uma tela Full HD de 15,6" polegadas com a portabilidade de um modelo de 14" convencional

A Dell, líder no mercado brasileiro de PCs (desktops, notebooks e workstations), apresentou uma nova versão do seu notebook Inspiron 15 3000. O novo computador conta com diversas versões que combinam a 11ª geração de processadores Intel Core com um novo design compacto, com bordas de tela mais finas de 15,6 (Full HD) desde as configurações iniciais.

LEIA MAIS: Vendas de computadores cresceram 37% no Brasil em 2021

Este modelo é feito para uso casual, ideal para quem estuda ou trabalha utilizando um computador. Segundo a Dell, além da tela Full HD e os processadores Intel Core de 11ª geração, os Inspiron 15 3000 já vem com armazenamento em SSD, algo que melhora a experiência do usuário, dando mais agilidade ao iniciar (ligar) a máquina. 

O modelo Inspiron 15 3000 tem diversas opções de configuração de hardware (foto: divulgação Dell).

Entre suas configurações, o Inspiron 15 3000 está disponível com processadores de 11ª geração Intel até i7, memória RAM de até 8GB (expansível até 16GB) e placa de vídeo integrada Intel Iris Xe (versões i5 e i7). A Dell oferece ainda opção com placa gráfica dedicada Nvidia GeForce MX350 (2GB GDDR5), o que permitiria até jogar alguns games. O armazenamento disponível é em SSD de até 256GB. 

A tela de 15,6″ em resolução Full HD é de tecnologia WVA, o que entrega ângulos de visão mais amplos. Para fornecer uma experiência de visualização ainda melhor, a Dell equipa o notebook com o software ComfortView, que reduz as emissões nocivas de luz azul para fornecer maior conforto aos olhos em tempos de visualizações prolongadas. 

Disponibilidade 

Quem adquirir o Inspiron 15 3000 pela loja oficial da Dell também recebe gratuitamente uma licença de um ano do McAfee Live Safe, que defende os computadores de sites e downloads perigosos, além de proteger arquivos digitais como contas eletrônicas e extratos bancários online salvos em PCs. O Inspiron 15 3000 já está disponível no Brasil a partir de R$ 2.949, variando o preço conforme  

Para completar, os modelos da linha Inspiron já saem de fábrica com Windows 11 e foram otimizados para aproveitar a interface renovada do sistema operacional da Microsoft. A Dell informa que isso garante uma melhor experiência multimídia do segmento. No entanto, também há versões com o sistema operacional Linux Ubuntu. 

Por fim, embora seja mais compacto do que na geração anterior, o novo design do equipamento tem um aproveitamento maior do espaço e entrega teclas mais amplas, além de incluir também um teclado numérico. 

Liderança de mercado 

A Dell liderou o mercado de computadores no Brasil com 22,6% das unidades despachadas pela indústria durante o quarto trimestre. De acordo com dados do IDC Quarterly Personal Computing Device Tracker CY21Q4, estudo realizado pela IDC, em outubro, novembro e dezembro, a Dell registrou ainda um crescimento de 23,8% em relação ao mesmo trimestre no ano anterior. Com o resultado, a empresa consolidou a liderança do setor em todos os trimestres de 2021. 

Com esse volume expressivo de vendas, a Dell já responde por mais da metade das unidades comercializadas no Brasil, com 51,8% do mercado. 

A fabricante destaca o segmento de pequenas empresas, que registrou crescimento de 38,9% com relação a 2020. O crescimento no setor está ligado, segundo a empresa, ao seu preparo para oferecer um atendimento consultivo e especializado para este público, “sendo capaz de construir a solução ideal para os desafios enfrentados pelos empreendedores que apostam na tecnologia com impulsionadora do crescimento dos seus negócios”. 

Ainda segundo os dados gerais desse estudo, o mercado brasileiro de computadores fechou 2021 com alta de 37% em relação a 2020, com mais de 8,7 milhões de máquinas vendidas. A grande maioria das vendas foram de notebooks, com 7 milhões de unidades vendidas, enquanto os PCs de mesa (desktop) atingiram 1,7 milhões de vendas. Foram altas de de 40% e 25%, respectivamente, em relação a 2020. O estudo aponta ainda um faturamento de R$ 36,7 bilhões no setor, resultado 61% maior do que o alcançado no ano anterior.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.