Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Curiosidades: 5 mulheres negras que marcaram a história do Brasil

Conheça nomes de importantes mulheres negras na história do país.

A história do Brasil é fortemente marcada pela presença da população afro-descendente, contudo, os feitos de pessoas negras, sobretudo de mulheres negras, dificilmente recebem a devida atenção.

Muitos cientistas, escritores, artistas, e pensadores negros que fizeram diferença na história do país são desconhecidos pela maioria dos brasileiros. Nesse sentido, a valorização das suas trajetórias é quase nula.

Por esse motivo, apresentamos uma lista com 5 mulheres negras que marcaram a história do Brasil em diferentes períodos. Confira!

Tereza de Benguela

Tereza de Benguela viveu no século 18 e foi casada com José Piolho, líder de um quilombo que ficava às margens do rio Guaporé, localizado no atual estado de Mato Grosso. Após a morte do marido, Tereza passou a chefiar o Quilombo do Quariterê, o maior do Mato Grosso. Sob a liderança da rainha Tereza, como passou a ser chamada, a comunidade negra e indígena resistiu à escravidão durante vinte anos.

Contudo, em 1770, ela foi morta por soldados do Estado. Atualmente, no dia 25 de julho se celebra o Dia Nacional de Tereza Benguela.

Dandara

Outra heroína negra, Dandara também é símbolo da luta contra a escravidão no país. Nesse sentido, Dandara lutou contra o sistema escravocrata e se tornou um dos maiores nomes da resistência quilombola do país no século 17.

Dandara possuía técnicas de capoeira e, assim, liderou a parte feminina do exército de Palmares. Acredita-se que a esposa de Zumbi dos Palmares tenha se suicidado em 1694, na queda do quilombo, quando foi presa.

Maria Firmina dos Reis

Conhecida por ser a primeira mulher a publicar um romance no Brasil, Maria Firmina nasceu no Maranhão e sua primeira obra, Úrsula, foi publicada em 1860. Com uma história marcada pelo pioneirismo, a escritora fundou a primeira escola mista gratuita na sua região.

Além disso, Maria Firmina foi também a primeira mulher a ser aprovada em um concurso público no Maranhão, para exercer função de professora.

Carolina Maria de Jesus

Uma das mulheres negras mais importantes para a literatura brasileira, Carolina Maria de Jesus nasceu em Minas Gerais e teve sua vida atravessada pela miséria e pela fome.

Seu primeiro livro, intitulado Quarto de Despejo: Diário de uma favelada, é uma obra emblemática da década de 60 e reflete a vida de Carolina como catadora de papel na favela do Canindé (SP), onde criou seus filhos e escreveu seus relatos. Além da prosa poética marcante, o livro é marcado também pela denúncia social.

Publicado em 1960, o livro foi traduzido para diversos idiomas e vendido em mais de 40 países.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Antonieta de Barros

Nascida em Santa Catarina e filha de uma ex-escrava, Antonieta de Barros, foi a primeira mulher negra a ser deputada estadual em todo o país, no ano de 1934.

Antonieta teve também forte atuação na Frente Brasileira para o Progresso Feminino, nesse sentido, foi uma árdua defensora da igualdade racial e de gênero no país. Assim, sua carreira foi marcada pela atuação em favor de políticas para educação de qualidade para as mulheres.

Gostou da nossa lista? Deixe aqui seu comentário!

Veja também:
5 curiosidades sobre escritores que são cobrados no Enem.
Obras literárias de autoria feminina mais cobradas.

Curiosidades: Principais Instituições de Língua Portuguesa

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?