Cuidado, você pode cair nessas armadilhas do trânsito e ganhar multas altas

Confira como escapar dessas armadilhas do trânsito

Existem algumas armadilhas do trânsito que muitos motoristas desconhecem, mas, se caírem nelas, podem ganhar multas altas. 

Assim sendo, para que você saiba que armadilhas são essas, e assim, evite punições desnecessárias, reunimos algumas das principais informações sobre esse assunto para te passar. Então, acompanhe a leitura até o final e confira!

Cuidado, você pode cair nessas armadilhas do trânsito e ganhar multas altas

O trânsito nas cidades brasileiras pode ser um verdadeiro desafio, com suas vias congestionadas e regras específicas. Ademais, para tornar a situação ainda mais complicada, algumas armadilhas do trânsito podem fazer com que você ganhe multas altas. E, sim, mesmo que não tenha a intenção de cometer infrações. 

Desse modo, confira abaixo 6 sinalizações ilegais e práticas de trânsito que podem resultar em multas elevadas e problemas legais:

Cuidado, você pode cair nessas armadilhas do trânsito e ganhar multas altas
Cuidado, você pode cair nessas armadilhas do trânsito e ganhar multas altas. Foto: Canva

1. Pegadinha do radar

Conforme muitos já sabem, os radares são utilizados para fiscalizar o excesso de velocidade. No entanto, é fundamental, que estejam sinalizados devidamente para evitar surpresas desagradáveis. 

A Resolução 798/2020 do Contran estabelece regras claras para a sinalização de radares e lombadas eletrônicas. Desse modo, antes de um radar fixo, deve haver uma placa de regulamentação de velocidade máxima. Além disso, deve estar próximo ao medidor de velocidade. Por fim, outra placa deve informar a velocidade permitida. 

Assim sendo, fique atento à distância entre essas placas, que varia de acordo com a velocidade permitida e o tipo de via.

2. Zebrado é uma das armadilhas de trânsito

As marcas de canalização no pavimento, conhecidas como zebrado, têm o objetivo de regulamentar o fluxo de veículos. Contudo, se essas marcações estiverem mal posicionadas e fizerem com que você passe por cima delas, estará cometendo uma infração de trânsito. 

De acordo com o Artigo 193 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), essa prática é uma infração gravíssima, sujeita a multa multiplicada por três, totalizando R$ 880,41, e 7 pontos na carteira.

3. Mesmo irregular, placa rende multa

Ademais, em muitos locais, é comum encontrar placas de estacionamento que reservam vagas para veículos com vínculos de entidades ou órgãos específicos. Aliás, sejam públicos ou privados, como carros oficiais ou de associações. 

Entretanto, essa “reserva” é ilegal, pois não está prevista na Resolução nº 965/2022 do Contran, que regula vagas de estacionamento em vias públicas. Porém, apesar da irregularidade dessa sinalização, se você estacionar em um local com esse tipo de placa, estará sujeito a multa grave. Com isso, a consequência é pagar o valor de R$ 195,23, com acréscimo de 5 pontos na carteira e remoção do veículo.

4. Semáforos que causam congestionamento

Semáforos são essenciais para o controle do tráfego. Mas, quando não estão programados corretamente, podem causar congestionamentos. 

Dessa maneira, os tempos semafóricos, tanto para sinal verde quanto vermelho, devem seguir as diretrizes que o Manual Brasileiro de Sinalização Semafórica estabelece, que faz parte do Regulamento de Sinalização Viária do Contran. 

Assim, semáforos descoordenados podem fazer com que você fique parado na pista por um tempo excessivo, causando desconforto e atrasos.

5. Lombadas que danificam o veículo

Lombadas são projetadas para reduzir a velocidade dos veículos, mas devem seguir regras específicas de sinalização e dimensões. Sendo assim, existem dois tipos de lombadas autorizadas pela legislação: 

  1. Lombada do Tipo A, que deve ser instalada em vias rurais ou urbanas para reduzir a velocidade em até 30 km/h, e;
  2. Lombada do Tipo B, que é usada em vias urbanas locais para reduzir a velocidade em até 20 km/h. 

Ambos os tipos de lombadas devem ser acompanhados de placas de advertência específicas. Sendo assim, caso uma lombada não esteja de acordo com essas regras, ela pode danificar o veículo e até causar acidentes.

6. Sinalização invisível à noite é uma das armadilhas do trânsito

Por fim, a visibilidade das sinalizações de trânsito é essencial tanto durante o dia quanto à noite. Contudo, algumas vias podem apresentar problemas de iluminação, tornando as placas quase invisíveis após o anoitecer. Por isso, é importante estar ciente de que não identificar uma placa de trânsito devido à falta de iluminação não é uma justificativa aceitável em caso de autuação.

Portanto, é crucial que os motoristas adotem medidas preventivas, como ajustar a velocidade e aumentar a atenção ao dirigir em áreas com pouca iluminação. Além disso, é responsabilidade das autoridades de trânsito garantir que a sinalização seja visível em todas as condições de iluminação. 

Dessa forma, se você se deparar com sinalizações quase invisíveis à noite, é importante relatar o problema às autoridades locais para que possam tomar as medidas necessárias para melhorar a segurança nas vias. 

Agora que você já sabe quais armadilhas de trânsito podem gerar multas altas, deixe nos comentários a sua opinião sobre esse assunto!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.