Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Coronavírus: Governo autoriza trabalho em casa e suspende viagens

A decisão do ministério foi restringir as medidas que deverão ser adotadas no serviço público, com o objetivo de conter a doença.

Por conta do avanço do COVID-19 (coronavírus) no Brasil, o Ministério da Economia analisou as orientações dadas aos órgãos e entidades da administração pública federal semana passada. A decisão do ministério foi restringir as medidas que deverão ser adotadas no serviço público, com o objetivo de conter a doença.

A pasta, entre outras recomendações, recomenda suspensão de viagens internacionais, suspensão de eventos presenciais com muitas pessoas. A recomendação é que trabalhem remoto para determinados grupos de servidores.

Essas novas recomendações constam de instrução normativa (IN) publicada ontem, terça-feira, 17, no Diário Oficial da União (DOU) com alterações em relação à primeira pasta, divulgada na sexta-feira. Veja o que muda:

  • Viagens suspensas. Segundo a nova IN, os órgãos devem suspender viagens internacionais a serviço enquanto perdurar o estado de emergência decorrente do coronavírus. Podem ser autorizadas viagens em casos excepcionais, mediante justificativa. No caso de viagens domésticas, a orientação é que os órgãos reavaliem “criteriosamente” sua necessidade.
  • Trabalho remoto. A nova instrução determina o trabalho remoto durante o período de emergência para os servidores e empregados públicos: com 60 anos ou mais; imunodeficientes ou com doenças preexistentes crônicas ou graves; responsáveis pelo cuidado de uma ou mais pessoas com suspeita ou confirmação de diagnóstico de infecção por covid-19, desde que haja coabitação; e as servidoras e empregadas públicas gestantes ou lactantes. O trabalho remoto só não é sugerido ou determinado para servidores e empregados públicos em atividades nas áreas de segurança, saúde ou de outras áreas consideradas essenciais. O trabalho remoto pode também ser autorizado aos servidores e empregados públicos que tenham filhos em idade escolar ou inferior e que necessitem da assistência de um dos pais. “Caso ambos os pais sejam servidores ou empregados públicos, a hipótese será aplicável a apenas um deles”.
  • Suspensão de eventos e reuniões. Está sendo determinada a suspensão de eventos e reuniões com grande número de participantes enquanto perdurar o estado de emergência do novo coronavírus. A ideia é avaliar a possibilidade de realização dos eventos por meio de videoconferência ou de outro meio eletrônico.

“Caberá ao ministro de Estado ou à autoridade máxima da entidade, em conjunto com o dirigente de gestão de pessoas, assegurar a preservação e funcionamento das atividades administrativas e dos serviços considerados essenciais ou estratégicos, utilizando com razoabilidade os instrumentos, a fim de assegurar a continuidade da prestação do serviço público”, diz a IN, assinada pela Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia.

A pasta da economia afirmou que a equipe de gestão de pessoas do governo federal, em coordenação com o Ministério da Saúde, vem monitorando e avaliando diariamente o cenário epidemiológico no Brasil.

Brasil tem 3 mortes por coronavírus

Nesta quarta-feira, 18 de março, o Brasil registrou mais duas mortes pelo novo coronavírus, de acordo com informações do coordenador do centro de contingência contra a doença no estado, o médico David Uip, ao Jornal Hoje, da TV Globo. Os dois casos foram em São Paulo.

Segundo o hospital em que as mortes foram registradas, as vítimas são:

  • uma pessoa de 65 anos com problemas de saúde anteriores; e
  • outra de 80 anos sem comorbidades.

A Secretaria Estadual da Saúde afirma que até o momento não tem informações oficiais de novas mortes no estado. O primeiro caso no Brasil de morte de pessoa infectada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) foi confirmado ontem, 17, também em São Paulo.

Veja também: Em meio ao Coronavírus, Revisão do INSS libera até R$150 mil em março

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
2 Comentários
  1. Alcione Diz

    Trabalho em mercado. Qual medida será tomad
    a para as redes de supermercados de SP? Afinal temos contato direto com pessoas.

  2. Mario Sérgio Diz

    Parabéns a equipe jornalística.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.