Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Copom: atividade econômica brasileira apresenta resultados negativos e abaixo do esperado

Conforme informa o BC, o Copom aponta que a atividade econômica brasileira apresenta resultados negativos e abaixo do esperado.

O Banco Central divulgou as atas do Comitê de Política Monetária, o Copom, em sua 242ª Reunião. Confira alguns pontos divulgados pelo Banco Central na data desta publicação.

Banco Central divulga atualização da conjuntura econômica e do cenário básico do Copom 

De acordo com informações oficiais do Banco Central, no cenário externo, o ambiente tem se tornado menos favorável, refletindo a persistência do processo inflacionário e a consequente reação dos bancos centrais. 

A reversão dos impulsos fiscais indica menor crescimento

Sendo assim, o próximo ano deve ser caracterizado por menor crescimento, com a reversão dos impulsos fiscais e avanço nos processos de normalização da política monetária. Para as economias emergentes, essa combinação implica um cenário mais desafiador, define o Copom.

A atividade econômica brasileira apresenta resultados negativos e abaixo do esperado

Já no que se refere à atividade econômica brasileira, indicadores recentemente divulgados da produção industrial e do comércio apresentaram resultados negativos e abaixo do esperado. 

Por outro lado, os segmentos do setor de serviços mais atingidos pela pandemia continuam em trajetória de recuperação robusta, informa o Banco Central do Brasil.

O Copom manteve a expectativa de uma retomada da atividade no segundo semestre

O Comitê manteve a expectativa de uma retomada da atividade no segundo semestre, ainda que menos intensa e mais concentrada no setor de serviços, ressalta o BC em seu site oficial.

Dessa forma, essa reavaliação reflete o impacto das limitações na oferta de insumos em determinadas cadeias produtivas, que devem perdurar até o próximo ano, projeta o Comitê.

Avaliação do Copom sobre as projeções para 2022

Para 2022, se por um lado a elevação dos prêmios de risco e o aperto das condições financeiras atuam desestimulando a atividade econômica; por outro, o Copom avalia que o crescimento tende a ser beneficiado por três fatores. Sendo: a continuação da recuperação do mercado de trabalho e do setor de serviços; o desempenho de setores menos ligados ao ciclo de negócios, como agropecuária e indústria extrativa; e os resquícios do processo de normalização da economia conforme a crise sanitária arrefece, informa o Banco Central do Brasil.

Inflação segue elevada

O Copom avaliou que a inflação ao consumidor segue elevada e tem se mostrado mais persistente que o antecipado, conforme é possível notar nos preços dos principais itens de consumo.

De acordo com a divulgação oficial do Bacen, a alta dos preços está mais disseminada e abrange também componentes mais associados à inflação subjacente.

5/5 - (1 vote)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.