Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Consumidor já está pagando R$ 7 pela gasolina em diversos estados

O preço da gasolina voltou a aumentar em diversos estados do país. No Rio Grande do Sul o preço do combustível passou dos R$ 7 na última semana e no Acre também chegou aos R$ 7. As informações são da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

O preço médio do combustível praticado em todo o país é de R$ 5,866, que já apresenta uma alta de 0,22% entre os dias 8 e 14 de agosto, acumulando uma alta de 0,60% ao longo do mês.

Dólar tem uma grande influência para a alta da gasolina

Para os especialistas, o dólar alto é a maior referência para o aumento do preço do combustível, além de alguns outros fatores que resultam no alto custo. Sempre que o câmbio sofre uma desvalorização (no caso do real frente ao dólar), o preço do barril do petróleo aumenta.

O dólar já começou a semana em alta, negociado em R$ 5,3808, com uma elevação de 0,08% no momento em que este artigo é produzido. O preço do petróleo Brent negociado em Londres fechou com custo de US$ 65,18 o preço do barril.

Como estamos às vésperas do período eleitoral e o atual Governo está passando por muita turbulência, que vai desde uma alta inflação até uma vacinação lenta e conturbada, a tendência é que novos reajustes no preço da gasolina aconteçam nos próximos meses e em 2022.

Entenda como fica a distribuição da Petrobras em relação ao combustível

Quando falamos em relação à composição do preço da gasolina, a fatia da Petrobras é a maior, com 32,9%. Essa fatia era ainda maior até 2019, ano em que a estatal se comprometeu com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) a vender mais da metade de suas refinarias.

Até o momento, a única unidade que foi vendida está situada na Bahia, que hoje é posse de um grupo dos Emirados Árabes Unidos. Manter a paridade dos preços internacionais é fundamental para chamar a atenção de outras refinarias, sendo importante este detalhe a Petrobras.

Além do Brasil realizar a importação de combustíveis, por aqui também existe o abastecimento interno. Um detalhe chamativo é que quase 7% da gasolina consumida no país neste ano veio de fora, dado este confirmado pelo Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP).

Outras determinantes para o preço atual da gasolina

Existem outros fatores determinantes para justificar a alta do preço do combustível. Um deles é o aumento do preço dos biocombustíveis, como o caso do Etanol anidro, faz com que seja adicionado um acréscimo de 27% no preço da gasolina comum, o que representa 15,9% do preço final ao consumidor.

Por mais que seja difícil acreditar, o preço da gasolina brasileira não está entre as mais caras do mundo. O preço médio com impostos no mundo é de US$ 1,20, no Brasil estando em US$ 1,15. O que pesa no bolso do brasileiro é o baixo poder de compra, que é pelo menos 5 a 6x menor do que em países desenvolvidos.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.