Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concursos PF e PRF não vão chamar mais de 2 mil aprovados, diz Bolsonaro

De acordo com Bolsonaro, os concursos da Polícia e Rodoviária Federal somente vão preencher 2 mil vagas para cada corporação. Ele não garante mais do que isso.

Em resposta a um dos representantes da comissão de aprovados do concurso PF 2021, o presidente da República confirmou isso.

“Está em curso concurso para 2 mil vagas. Olha só, tem 2 mil vagas, não vai ser mais do que isso, a gente vai cumprir o edital. 2018 é outro edital. Esse edital, esse último nosso, foi do ano passado, se não me engano 2 mil vagas para a PF e 2 mil para a PRF”, explicou Bolsonaro.

Ainda em 2018, a PF ofertou 500 vagas e zerou o cadastro de reserva. O mesmo aconteceu com o concurso da PRF. Isso foi possível durante o prazo de validade, quando o presidente autorizou novos provimentos por meio de decretos posteriores ao edital.

Mais de 4 mil provas discursivas serão corrigidas na PF

O edital de concurso da Polícia Federal terá um quantitativo considerável de provas discursivas corrigidas. De acordo com o edital do concurso, serão 4.507 provas discursivas corrigidas, se somados todos os quatro cargos, sendo:

Agente – 2.675 provas corrigidas
Escrivão – 1.200 provas corrigidas
Delegado – 376 provas corrigidas
Papiloscopista – 256 provas corrigidas

Etapas do concurso

concurso da Polícia Federal 2021 será regido por este edital e executado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) e pela Polícia Federal. A seleção para os cargos de que trata este edital compreenderá as seguintes etapas, conforme especificado a seguir:

A primeira etapa do concurso público destina-se à admissão à matrícula no Curso de Formação Profissional e abrangerá as seguintes fases, de responsabilidade do Cebraspe:

  • a) prova objetiva, para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório;
  • b) prova discursiva, para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório;
  • c) exame de aptidão física, para todos os cargos, de caráter eliminatório;
  • d) avaliação médica, para todos os cargos, de caráter eliminatório;
  • e) prova oral, somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal, de caráter eliminatório e classificatório;
  • f) prova prática de digitação, somente para o cargo de Escrivão de Polícia Federal, de caráter eliminatório;
  • g) avaliação de títulos, somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal, de caráter classificatório; e
  • h) primeiro momento da avaliação psicológica, para todos os cargos, sem caráter eliminatório.

A segunda etapa do concurso público consistirá de curso de formação profissional, de caráter eliminatório, de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia, a ser realizado no Distrito Federal, podendo ser desenvolvidas atividades, a critério da Administração, em qualquer unidade da Federação.

Durante a execução da segunda etapa do concurso público, Curso de Formação Profissional, será realizado o segundo momento da avaliação psicológica, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe, que atuará sob supervisão da Polícia Federal.

A prova objetiva, a prova discursiva, o exame de aptidão física, a prova prática de digitação, a avaliação médica, o primeiro momento da avaliação psicológica, a avaliação de títulos, para todos os candidatos, bem como o procedimento de heteroidentificação dos candidatos que se autodeclararem negros e a avaliação biopsicossocial dos candidatos que se declararem com deficiência serão realizados em todas as capitais e no Distrito Federal.

A prova oral, aplicada apenas para o cargo de Delegado de Polícia Federal, será realizada somente em Brasília/DF.

Prova objetiva do agente:

Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

Bloco II, com 36 questões: Informática

Bloco III, com 24 questões: Contabilidade Geral

Prova objetiva do escrivão:

Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

Bloco II, com 36 questões: Informática

Bloco III, com 24 questões: Contabilidade Geral e Arquivologia

Prova objetiva do papiloscopista:

Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

Bloco II, com 36 questões: Informática.

Bloco III, com 24 questões: Biologia, Física e Química.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.