Concurso TJ SE: presidente confirma edital para 2023; saiba mais

Veja todos os esclarecimentos

O concurso TJ SE ( Tribunal de Justiça de Sergipe) vai acontecer ainda em 2023. O presidente do próprio tribunal, desembargador Ricardo Múcio, em sessão realizada no órgão, confirmou a informação.

Ricardo ainda citou sobre a transformação de três cargos de Analista de Direito e um de Analista sem especialidade em três cargos de Analista em Estatística e um de Analista em Arquivologia. Vale lembrar que a mudança deve contemplar o novo certame.

Depois da transformação dos cargos, o edital deve sair. “Agora sim podemos dizer que o concurso público foi engatilhado a partir de hoje. Será realizado sim, seguramente, neste ano”, disse em redes sociais.

Vagas concurso TJ SE

Apesar do quantitativo de vagas ainda não terem sido confirmadas, de acordo com o Portal da Transparência, estima-se que haja oportunidades para analista e técnico judiciário. Confira remunerações das carreiras:

Analista Judiciário:
Inicial: R$ 5.301,03
Final: R$ 7.697,44

Técnico Judiciário:
Inicial: R$ 3.230,45
Final: R$ 4.690,82

Além da remuneração inicial, os servidores ainda recebem os seguintes benefícios:

  • Auxilio Alimentação: R$ 1.020,90
  • Auxílio Transporte: R$ 160,00
  • Assistência Pré-Escolar
  • Exames periódicos
  • Assistência Médica e Odontológica

Segundo dados, são 147 cargos vagos. Veja as oportunidades de acordo com o cargo:

CARGO VACÂNCIAS
Analista Judiciário 02
Analista Judiciário – Arquitetura 01
Analista Judiciário – Direito 04
Analista Judiciário – Economia 01
Analista Judiciário – Médico do Trabalho 01
Analista Judiciário – Psiquiatria 01
Analista Judiciário – Psicologia 01
Analista Judiciário – Redes 01
Analista Judiciário – Serviço Social 01
Analista Judiciário – Datilógrafo 01
Oficial de Justiça 01
Técnico Judiciário 127
Técnico Judiciário – Programação de Sistemas 05

 

Quando aconteceu o último edital TJ SE?

O último concurso aconteceu em 2014 e teve a Cebraspe como banca organizadora. Na ocasião, foram registrados 18.969 inscritos, uma concorrência geral de aproximadamente 527 candidatos por vaga. Ao todo foram 36 vagas mais formação de cadastro reserva.

A distribuição de vagas aconteceu da seguinte forma:

Analista Judiciário:

  • Área: Administrativa – Análise de Sistemas (2 vagas)
  • Área: Administrativa – Banco de Dados (1 vaga)
  • Área: Administrativa/Judiciária – Direito (CR)
  • Área: Administrativa – Redes (1 vaga)
  • Área: Administrativa – Segurança da Informação (1 vaga)
  • Área: Administrativa – Suporte Técnico em Infraestrutura (1 vaga)
  • Área: Administrativa – Webdesigner (1 vaga)
  • Área: Administrativa – Telecomunicações (1 vaga)
  • Área: Apoio Especializado – Arquitetura (CR)
  • Área: Apoio Especializado – Contabilidade (CR)
  • Área: Apoio Especializado – Economia (1 vaga)
  • Analista Judiciário – Área: Apoio Especializado – Engenharia Civil (1 vaga)
  • Área: Apoio Especializado – Engenharia Elétrica (1 vaga)
  • Analista Judiciário – Área: Apoio Especializado – Estatística (1 vaga)
  • Área: Apoio Especializado – Medicina/Medicina do Trabalho (1 vaga)
  • Área: Apoio Especializado – Medicina/Psiquiatria (1 vaga)
  • Área: Apoio Especializado – Psicologia (1 vaga)
  • Área: Apoio Especializado – Serviço Social (1 vaga)

Técnico Judiciário:

  • Área: Administrativa/Judiciária (18 vagas)
  • Área Administrativa – Programação de Sistemas (3 vagas)

Foram 120 questões entre conhecimentos gerais e específicos.

Outros concursos tribunais

Foi liberado a informação sobre a concorrência por vaga no concurso TJ ES ( Tribunal de Justiça do Espírito Santo). As provas objetivas serão liberadas no dia 19 de março.

O Cebraspe registrou, ao todo, 19.801 candidatos inscritos para concorrer às 128 vagas ofertadas para o cargo de Analista Judiciário, em diversas áreas de especialidade.

Entre as áreas, a de Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Direito foi a que contou com mais inscritos. Ao todo foram 9.136 inscrições. Por sua vez, a área com o menor número de inscritos foi Analista Judiciário – Apoio Especializado – Especialidade Estatística, com apenas 24 candidatos.

Sobre a concorrência de candidatos por vaga, a especialidade com maior número de inscrições foi Analista Judiciário – Apoio Especializado – Especialidade Direito, com 223,80 candidatos por cada vaga imediata.

Clique aqui e confira na íntegra a relação de candidatos por vaga.

Local de prova do concurso TJ ES

O concurso TJ ES ( Tribunal da Justiça do Espírito Santo) anunciou que os locais de prova já poderão ser consultados.

O Cebraspe, banca organizadora, divulgou a informação na sexta-feira, 10 de março. Ao todo são 128 vagas mais formação de cadastro reserva.

Clique aqui e confira o seu local de prova

Vagas concurso TJ ES 2023

Ao todo são 128 vagas imediatas mais formação de cadastro reserva. Confira as oportunidades a seguir:

Analista Judiciário – Área Administrativa

Vagas para cadastro reserva

Analista Judiciário – Apoio Especializado:

  • Administração;
  • Arquitetura;
  • Arquivologia;
  • Biblioteconomia;
  • Comunicação Social;
  • Contabilidade;
  • Direito;
  • Economia;
  • Enfermagem;
  • Engenharia Civil;
  • Engenharia Elétrica;
  • Engenharia Mecânica;
  • Estatística;
  • Licenciatura Letras;
  • Medicina do Trabalho;
  • Pedagogia;
  • Psicologia;
  • Serviço Social;
  • Taquigrafia.

 Área Judiciária

  • Comissário de Justiça da Infância e Juventude;
  • Direito:;
  • Execução Penal;
  • Oficial de Justiça Avaliador.

Analista Judiciário Especial – Área Judiciária – contador

Para concorrer é preciso ter nível superior na área em que deseja concorrer. A remuneração depende do cargo. O salário da maioria dos cargos de analista judiciário será de R$6.713 mensais. A exceção será o analisa judiciário especial, que terá ganhos de R$9.596,81.

Como serão as provas do concurso TJ ES 2023?

Os candidatos do concurso TJ ES 2023 serão avaliados por meio de provas objetivas e discursivas. A primeira fase está marcada para 19 de março de 2023. Ao todo são 120 questões entre conhecimentos básicos e específicos.

É importante destacar que para o cargo de analista da especialidade de taquigradia haverá, ainda, uma última etapa de prova de apanhamento taquigráfico, também com caráter eliminatório e classificatório.

O certame terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, a depender da necessidade do órgão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.