Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso SUSEPE RS 2021: grupo de trabalho formado

A comissão do certame foi formada em julho, mas agora a seleção conta com um novo grupo de trabalho.

A Superintendência de Serviços Penitenciários do Rio Grande do Sul vai abrir um novo edital de concurso público (Concurso SUSEPE RS 2021). A comissão do certame foi formada em julho, mas agora a seleção conta com um novo grupo de trabalho. A equipe foi definida por meio de publicação no Diário Oficial do Estado, edição do dia 23 de agosto.

Segundo o que consta no texto da portaria, o grupo de trabalho formado vai contar com diversas tarefas. Uma delas será o monitoramento do andamento do expediente administrativo destinado à autorização do concurso para a Superintendência de Serviços Penitenciários do Rio Grande do Sul.

No momento, a comissão trabalha na elaboração do projeto básico, que será enviado às bancas interessadas em organizar o concurso.

Último concurso SUSEPE RS

O último edital de concurso da Superintendência de Serviços Penitenciários foi divulgado em 2017. Na ocasião, foram abertas 720 vagas, além de cadastro reserva, em cargos de ensino médio e superior. A organização do certame foi da Fundação La Salle.

O certame contou com oportunidades em cargos de agente penitenciário e agente penitenciário administrativo, com requisitos de ensino superior (em qualquer área) e médio, respectivamente.

Agente Penitenciário: Realizar atividades de média complexidade, envolvendo planejamento, organização e execução de serviços de vigilância, custódia e segurança de presos recolhidos nos estabelecimentos prisionais na execução das penas privativas de liberdade, das medidas de segurança e restritivas de direitos; executar programas e ações de apoio ao tratamento penal para socialização do preso. Trabalho realizado com risco de vida, entre outras tarefas;

Agente Penitenciário Administrativo: Realizar atividades de média complexidade, envolvendo planejamento, organização e execução de atividades e serviços administrativos; executar procedimentos de apoio administrativo às atividades de tratamento penal, entre outras, para socialização do preso. Trabalho realizado com risco de vida, entre outras atribuições.

Os salários ofertados chegaram a R$4.317,87 para agente penitenciário e R$3.483,63 para agente administrativo, além do vale-alimentação.

O concurso contou com provas objetivas, testes físicos, psicológico e investigação da vida pregressa.

A primeira etapa, a objetiva, contou com 80 questões, sendo elas de: Legislação Aplicada (30); Língua Portuguesa (20); Informática (dez); Raciocínio Lógico (dez); e Conhecimentos Gerais (dez).

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.