Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como são escolhidas as palavras de um dicionário?

Em algum momento da sua trajetória de estudante você certamente já viu alguém dizer que, se uma palavra não está no dicionário, é porque ela não existe. Mas, quem escolhe as palavras que vão parar no dicionário? Será que todas as expressões existentes em um idioma estão registradas nesses livros? Para entender essa questão é preciso se aprofundar um pouco nos conhecimentos linguísticos. 

Como as palavras vão parar no dicionário?

O léxico é o conjunto de palavras de uma língua. Cabe aos pesquisadores dessa área, os lexicólogos, a responsabilidade de elaborar os dicionários. Desse modo, eles trabalham para que a inclusão de cada palavra obedeça a critérios morfológicos e ortográficos.

É preciso selecionar e catalogar um amplo inventário de termos, usando como fonte obras literárias clássicas e contemporâneas, manuais técnicos, bulas de remédio, jornais e outros arquivos de domínio público. Nessa lista entra, inclusive, dicionários de longa data. Então, através de um leitor óptico, esse acervo passa por escaneamento. Em seguida, é transferido para um computador, onde fica armazenado na memória. 

Após isso, os profissionais cruzam os dados para descobrir a relevância  de cada termo e selecionam os verbetes que entrarão na edição. A partir daí, é hora de produzir o texto com os significados e pesquisar informações adicionais que possam complementar a compreensão, como a origem da palavra ou data em que entrou na língua. Leva-se em conta a aceitação e a recorrência do uso daquele termo na sociedade. 

O trabalho de pesquisa, de seleção e de edição é minucioso, de modo que pode se estender por anos. Além disso, a curadoria costuma envolver uma equipe bem grande de especialistas. Um idioma possui milhões de palavras, mas apenas uma parte delas é registrada de maneira formal, por meio de dicionários.

As transformações da sociedade ao longo do tempo contribuem para que as mudanças na língua e, desse modo, para o surgimento de neologismos, as novas palavras. Muitos desses novos termos já aparecem em dicionários mais contemporâneos.

E aí? Gostou do texto? Então deixe o seu comentário!

Veja O que diz o Guia do MEC sobre a redação do Enem.
Leia também Mapa mental: O que é e como criar.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.