Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como realizar consulta do INSS através do número do CPF

Atualmente, o INSS possui cerca de 96 serviços de atendimento. Porém, aproximadamente 90 destas opções já estão disponíveis por meio do seu portal digital.

Devido ao endurecimento das condições relacionadas à pandemia da Covid-19, o instituto vem se esforçando ao máximo no oferecimento de serviços remotos. Dessa maneira, a intenção é de aumentar a segurança e comodidade de seus beneficiários que hoje já possuem acesso a diversas opções sem a necessidade de deslocamento a uma agência física.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estima que, em média, 674 mil trabalhadores já estejam utilizando os meios remotos de acesso. O processo de consulta, portanto, pode ser realizado de várias maneiras e será detalhado a seguir.

Consulta por meio do CPF

A consulta através do número do CPF é realizada de uma maneira muito simples, podendo ser feita pelo site ou aplicativo Meu INSS. Além disso, ainda, é possível realiza-la por meio de ligação telefônica no número 135. Assim, ela se encontra disponível por estes 3 caminhos:

  • Aplicativo ou site oficial do Meu INSS.
  • Portal geral do INSS.
  • Telefone 135.

Consulta pelo CPF sem necessidade de cadastro

A primeira opção a ser detalhada não necessita da utilização de seu cadastro com senha, sendo atualmente a mais rápida. Ela poderá se realizar pelo número 135. Ademais, também, por meio do número de CPF ou através do portal Meu INSS, a partir da escolha da opção “serviços sem senha”.

Por exemplo, para realizar a consulta de Agendamentos é necessário somente clicar na opção “Agendamentos e Solicitações”. Em seguida, o interessado deverá preencher os dados que o portal necessita, como nome completo, data de nascimento e CPF. Logo após, basta confirmar a operação por meio da opção “continuar sem login”.

Então, por fim, estarão disponíveis na tela todas as opções e listas relacionadas ao agendamento de serviços.

Cadastro no Meu INSS

Devido a pandemia, o INSS vem evitando que atendimentos presenciais aconteçam. Nesse sentido, o Instituto elaborou a criação de um portal para o oferecimento de serviços remotos que podem ser acompanhados por todos os previdenciários. Dessa maneira, para quem ainda não possui cadastro no portal Meu INSS, o mesmo pode ser realizado através do site meu.inss.gov.br, através do número de seu CPF e criação de uma senha.

Após a realização do cadastro, o cidadão poderá usufruir de diversos serviços em um só lugar, com possibilidade de acesso pelo celular ou computador. Assim, dentre as principais opções ofertadas, estão o extrato de pagamento e o agendamento e solicitações do processo previdenciário.

O Meu INSS foi uma plataforma criada pelo INSS no ano de 2019 com a finalidade de simplificar uma série de serviços, deixando-os mais práticos e acessíveis.

Consulta pelo site geral do INSS

A consulta de seu processo, através do número do CPF também pode se realizar pelo site geral do INSS. Entretanto, a única mudança deste meio é somente o caminho de acesso, já que a plataforma do Instituto também irá fazer o redirecionamento do previdenciário para o Meu INSS.

Consulta pelo número 135

Apesar da existência das duas opções acima, que atualmente são as mais rápidas e acessíveis, muitas pessoas ainda preferem o meio de consulta mais tradicional, a ligação telefônica. Isso ocorre pois sentem-se mais seguras realizando o processo desta maneira.

Porém, na grande maioria das vezes, este acaba sendo o meio mais demorado. Ademais, o atendimento via telefone ainda existe devido à falta de acesso de pessoas à internet, entretanto, em algumas situações, há o redirecionamento para os meios digitais.

O serviço de atendimento telefônico funciona de segunda à sábado, das 7h às 22h.

Como acessar o resultado da Perícia Médica de maneira remota

Um dos serviços com maio número de acessos é o de resultados das Perícias Médicas. Anteriormente, o resultado das perícias poderiam demorar cerca de aproximadamente 20 dias. Porém, o cenário atual demonstra a necessidade de priorizar tal modalidade.

A Perícia Médica, então, trata-se de um procedimento no qual o médico conveniado ao INSS realizará. Sua intenção é de confirmar a existência de uma patologia que incapacite o segurado a exercer suas atividades de trabalho, seja ela temporária ou permanente.

Atualmente, com a crise sanitária e epidemiológica, os serviços de perícia não ocorrem de maneira presencial. Os exames e laudos que comprovam o agravo do assegurado deverão se demonstrar de forma terceirizada. Ou seja, comprova-se a enfermidade ao anexar um laudo médico ao processo digital, o qual o INSS analisará.

Normalmente, há a solicitação do processo para a obtenção de três benefícios: Auxílio-doença, Auxílio-acidente e Aposentadoria por incapacidade definitiva.

Tipos de Auxílios

Auxílio-Acidente: a necessidade da realização da perícia neste caso é para atestar se o dano ou lesão realmente teve magnitude suficiente para impossibilitar o trabalhador de exercer suas atividades laborais, seja temporariamente ou permanentemente.

Auxílio-doença: nesta opção, o trabalhador deverá estar afastado por mais de 15 dias, sendo posteriormente, necessário a realização da perícia para confirmar esta condição.

Aposentadoria por incapacidade definitiva: das três opções de auxílio, esta acaba sendo a de maior gravidade. Tal definição ocorre devido a se tratar de uma condição que não é temporária. Ou seja, ela acomete o trabalhador de forma permanente, impossibilitando seu retorno as atividades de trabalho, sendo necessário a perícia médica para confirmar a incapacidade.

Acesso ao resultado da Perícia Médica

 O resultado da perícia médica poderá ser obtido pelo interessado por meio de duas maneiras:

  • Central de atendimento 135.
  • Pela internet.

Geralmente, o resultado já se encontrará disponível no mesmo dia da realização da Perícia Médica, a partir das 21h.

Entretanto, caso o segurado opte pela opção de ligação telefônica, será necessário entrar em contato com a Central de Atendimento através do número 135. Assim, ele deverá apresentar os seguintes dados: CPF, número do benefício, data de nascimento e nome completo.

Já nos casos de consulta pela internet, será necessário a realização de cadastro na plataforma Meu INSS. Logo após a realização do mesmo, presente em um menu À esquerda da página principal, estará disponível a opção “Resultado de Requerimento/Benefício por Incapacidade”.

Em tal local, portanto, será possível encontrar todas as informações disponíveis, como número do benefício e também sua situação.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.