Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como o estresse pode interferir nos resultados do colaborador?

Veja algumas das consequências do estresse no trabalho.

O estresse pode interferir nos resultados do colaborador de diversas maneiras. Embora seja de cunho psicológico, o estresse pode causar muitos impactos nas questões fisiológicas e até desencadear afastamentos.

Por isso, criar uma atmosfera de trabalho que seja mais positiva e saudável é essencial para que qualquer empresa tenha um futuro promissor. Afinal, todos os negócios são feito por pessoas, e sem as pessoas saudáveis, tudo se torna inviável.

Sendo assim, acompanhe este conteúdo para saber mais sobre as interferências do estresse no trabalho, e use essas informações como ponto de partida para as melhorias na sua empresa. Acompanhe e entenda.

Como o estresse pode interferir nos resultados do colaborador?

São diversos os impactos que o estresse pode gerar no colaborador. Abaixo nós listamos alguns dos mais recorrentes. Mas lembre-se de que outros efeitos podem surgir quando a saúde mental está abalada. Continue lendo.

1- Problemas de saúde que geram afastamentos

O estresse pode gerar problemas de saúde em qualquer pessoa. Há quem tenha efeitos negativos como problemas cardíacos; problemas no estômago; constantes dores de cabeça; entre outras possibilidades.

E quando pensamos no rendimento de uma pessoa, esses problemas podem gerar afastamentos, que prejudicam toda a equipe.

2- Falta de produtividade

A produtividade também cai quando estamos estressados. Isso porque torna-se inviável manter todo aquele fôlego para cumprir as tarefas, quando a cabeça está atordoada de ideias e obrigações que sufocam.

3- Ausência de foco e assertividade

Do mesmo modo que a produtividade passa a ser impactada pelo estresse, a ausência de foco e assertividade também começam a aparecer.

Aqui, é bastante comum a pessoa cometer equívocos que, embora simples, possam gerar grandes prejuízos mais tarde. Tudo isso em decorrência da impossibilidade de se manter concentrado diante de uma carga emocional de estresse.

4- Problemas nos relacionamentos interpessoais

Outra forma como o estresse pode interferir nos resultados do colaborador é através dos conflitos interpessoais. Pois uma pessoa que está “à flor da pele” pode se sentir extremamente irritada, e acaba descontando em quem está em sua volta.

Sendo assim, os conflitos tornam o ambiente de trabalho ainda mais desgastante, transformando o estresse em algo recorrente e que impacta a saúde de todos.

5- Acidentes de trabalho

Do mesmo modo que o estresse pode interferir nos resultados do colaborador através da falta de foco em uma atividade simples, essa falta de concentração também pode se tornar a mola propulsora para acidentes de trabalho.

E isso pode causar prejuízos físicos e mentais para o colaborador, além de impactar o rendimento de toda uma equipe e a parte administrativa de uma empresa.

6- Atrasos e faltas recorrentes

Os atrasos e as faltas tornam-se um escape para o excesso de estresse no trabalho. É como se o colaborador evitasse, ao máximo, estar no ambiente em que o adoece. E com isso, fica se esquivando de suas tarefas de diversas formas.

Essa atitude, no agregado, pode causar prejuízos não só para a empresa, como para o próprio colaborador, que poderá se sentir abalado emocionalmente diante dos próprios comportamentos.

Por isso é fundamental criar um espaço de trabalho que viabilize um cuidado a mais com a saúde mental. Cuide dos seus colaboradores como gostaria que cuidassem de você.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.