Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como montar um ciclo de estudos para concurso público

Organizar uma agenda de estudos ao se preparar para prestar um concurso nem sempre é tão fácil quanto pode parecer. Isso é ainda mais difícil para aqueles que são concurseiros iniciantes e não têm ajuda de um profissional ou o apoio de um cursinho. Fazer tudo por conta própria tem suas vantagens, mas também traz alguns inconvenientes; um deles é ter que escolher sozinho a melhor forma de organizar os estudos.

Para muitos, se preparar a partir de um ciclo de estudos para concurso é a melhor opção. Por isso, apresentamos abaixo essa forma de organização e damos dicas de como colocá-la em prática.

O que é um ciclo de estudo?

Primeiramente, é preciso entender que o ciclo de estudos é um método de organização da programação para o estudo. Baseado em uma ordem cíclica, esse método divide as disciplinas de modo que o estudante consegue se dedicar a diversas disciplinas em um só dia. Desse modo, o estudante vê com frequência os assuntos da matéria, o que é ótimo para a memorização, pois ajuda a driblar a Curva do Esquecimento.

Além disso, o ciclo de estudos consegue ser mais flexível e mais adaptável à rotina daqueles que se dedicam a passar em concursos e ainda precisam desenvolver outras atividades, como trabalhar, por exemplo. Isso ajuda ainda a manter o foco e a motivação para o certame.

Como criar?

O primeiro passo para montar um bom ciclo é escolher as matérias a serem estudadas. Assim, o ideal é recorrer ao edital, caso já tenha o conteúdo programático. Determine um conjunto de matérias para a primeira etapa de estudos e, posteriormente, inclua as demais em um próximo ciclo.

Em seguida, determine quantas horas você deve dedicar a cada disciplina do ciclo por rodada, levando em consideração o tempo do qual dispõe para se dedicar ao concurso. Uma boa tática é determinar o número total de horas que deseja para o seu ciclo e dividir de forma igual entre as disciplinas. A ideia é que haja pelo menos 1hora para cada matéria.

Além disso, você pode adaptar o tempo de cada uma das matérias a partir de seus conhecimentos prévios sobre elas e de acordo com o peso que elas têm no certame. Feito isso, você deve iniciar o ciclo do ponto zero. Você pode interromper os estudos a qualquer momento, no entanto, ao retomar, deve voltar exatamente de onde parou, até finalizar o ciclo. Terminado o ciclo, repita-o até esgotar o conteúdo programático.

E aí? Gostou das dicas? Então deixe aqui o seu comentário!

Veja também O que fazer se “der um branco” na prova? Confira 3 dicas! 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.