Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como controlar o emocional? Saiba mais aqui!

Está tentando controlar o emocional, mas por algum motivo não tem atingido êxito? Saiba que a gente te entende! Primeiro porque não existe uma forma infalível de controlar uma emoção, segundo porque sempre teremos momentos intensos em nossas vidas.

Por isso, trouxemos neste guia algumas considerações que poderão aliviar as suas angústias nesse sentido. Ao menos é isso que esperamos com este texto. 😉

Para tanto, acompanhe-nos até o fim deste artigo.

Como controlar o emocional?

Controlar o emocional é um desafio e tanto. São muitas coisas que estão em “jogo” quando pensamos nas emoções.

Entretanto, é preciso estar ciente de que até mesmo as emoções ruins têm funções importantes em nosso organismo e espécie. Por exemplo, o medo protege a nossa integridade, enquanto a ansiedade nos prepara para algo futuro.

Porém, sabemos que o problema surge quando essas emoções se tornam acima da média, ou seja, muito intensas. A seguir, portanto, apresentamos algumas medidas que podem lhe ajudar quanto a isso:

1- Comece escutando o que você sente

Tentar ignorar as emoções está longe do caminho de controlar o emocional. Na verdade, é o caminho inverso, podemos assim dizer.

Afinal, como você será capaz de controlar uma emoção se simplesmente deixá-la de lado, como se não existisse? Não parece algo viável, certo? E realmente não é.

Portanto, se você realmente quer ter um poder maior sobre o que sente, comece a escutar a si mesmo. Analise as suas emoções, os gatilhos por trás delas, etc.

2- Fale sobre as suas emoções

Falar sobre o que se sente também é uma boa forma de controlar o emocional. Isso porque é através das palavras e das lágrimas que conseguimos “gastar” nossas angústias e medos, ficando com uma sensação de leveza e bem-estar logo depois.

A nível de exemplo, lembre-se da última vez que você chorou e se abriu de verdade: como você se sentiu depois?

3- Reconheça os seus limites e respeite-os

Reconhecer que você tem limites também é muito importante. Se você sabe que determinadas situações são extremamente desgastantes para você – e não são necessárias para a sua vida – evite-as. Você não precisa ir contra os seus limites o tempo todo.

E se quiser superá-los, lembre-se de que isso deve acontecer de maneira gradativa.

4- Entenda que não podemos controlar tudo

Reconhecer isso pode ser muito difícil, mas, ao mesmo tempo, é libertador. Reconhecer que não podemos controlar tudo e tampouco controlar o emocional por completo é dar margem para uma vida mais justa e leve.

Entenda que nem sempre estaremos bem, e tudo bem! Entenda que situações ruins vão acontecer, e tudo bem!

Quanto mais reconhecemos e admitimos essas coisas, melhor será para nós.

5- Quando sentir o emocional abalado, dê um tempo

Não tente parecer a pessoa mais forte do mundo… Essa pessoa não existe!

Procure sempre dar um breve tempo em situações que esgotam o seu emocional. Isso é importante para que você não tome atitudes impulsivas que provocarão arrependimento mais tarde.

Cuide da sua saúde mental!

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.