Como AUMENTAR O SCORE? 5 dicas para MELHORAR sua PONTUAÇÃO

Descubra algumas maneiras para melhorar sua pontuação nos órgãos de proteção ao crédito

Atualmente, os órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa são os reguladores do endividamento no Brasil. Assim, aprender como aumentar o score pode te ajudar a garantir uma série de vantagens financeiras no mercado.

Então, se você quer entender como melhorar seu poder de compra e garantir uma boa pontuação nos órgãos de proteção ao crédito, continue por aqui. Separamos algumas dicas importantes para te ajudar a conseguir melhorar sua saúde nas finanças.

O que é o score do Serasa

O Serasa é uma empresa do ramo privado que coleta e regulamenta informações de crédito no Brasil. Assim, é uma das mais tradicionais, recebendo dados de lojistas, bancos e outras instituições financeiras para criar uma pontuação chamada de score.

O Score é um número que varia de 0 a 1000, para determinar o risco que um consumidor apresenta ao mercado. Assim, quanto mais alto o valor, menor a chance de uma pessoa não conseguir pagar débitos.

Portanto, o sistema de crédito leva em consideração não somente a renda, tipo de emprego e estabilidade financeira para te dar acesso a linhas de compra ou financiamento. Além desses fatores, a maior parte do comércio também considera a pontuação de seu score.

Leia mais: Serasa confirma nova medida para aposentados e pensionistas do INSS; veja o alerta.

Quais as vantagens de aprender como aumentar o score?

Agora que você já sabe como funciona o sistema de pontuação dos órgãos de proteção ao crédito, é hora de entender como ele impacta em sua saúde. Por isso, separamos algumas vantagens de manter o score alto:

  • Acesso mais fácil a cartões de crédito;
  • Obter mais limite em linhas de crédito;
  • Aumento do poder de negociação com instituições financeiras;
  • Maior poder de compra no mercado;
  • Possibilidade de financiamentos (casa, carro e empréstimos).

Então, agora você já percebeu que aprender como aumentar o score pode te ajudar em diversos fatores econômicos. Portanto, quase todo seu poder de compra fica restrito a essa pontuação, e precisa ser a devida atenção e cuidado.

Leia também: SERASA toma decisão totalmente inesperada e agora brasileiros levam um susto daqueles.

Veja 5 dicas para entender como aumentar o score

Para quem quer melhorar as finanças e começar a participar mais do mercado, é bom entender quais as estratégias para aumentar o score. Assim, ações simples podem ajudar a tornar sua pontuação maior. Confira algumas dicas de especialistas.

1.Negocie suas dívidas

Para quem está com o score muito baixo, o motivo provavelmente deve ser com pendências financeiras. Afinal, quando você possui restrições ou débitos em atraso, sua pontuação acaba caindo de forma drástica.

Então, para começar seu processo de resgatar o score, é importante pelo menos começar a negociar suas dívidas. O próprio aplicativo do Serasa muitas vezes oferece opções de negociações, algumas delas muito mais em conta do que nos próprios credores.

2.Faça atualização do cadastro – como aumentar o score

Para manter o seu score alto, é importante que o banco e os órgãos de proteção tenham seu histórico financeiro completo. Assim, não funciona somente para suas contas, mas também com relação a suas informações pessoais e cadastros.

Dessa maneira, é importante manter sempre seus cadastros atualizados de forma ampla, e confirmar os dados de tempos em tempos. Com isso, você mostra que continua morando no mesmo lugar, ou se a sua renda alterou nos últimos tempos.

Quando você realiza esse tipo de atualização, o órgão de proteção entende que você possui certa estabilidade. Além disso, também é possível traçar seu perfil econômico, possibilidades de negociações e seus hábitos de consumo financeiro.

3.Mantenha as contas em dia

Além de realizar negociações, também é fundamental manter as contas em dia, sem atraso para ter como aumentar o score. Afinal, lembre sempre que o Serasa monitora todo seu histórico de finanças: o que você compra, quanto compra e como paga.

Portanto, evitar que suas contas atrasem é uma excelente forma de estabilizar ou aumentar a pontuação. Se sentir que o mês foi complicado e vai precisar atrasar alguma dívida, realize o pagamento o mais rápido que puder para não perder muitos pontos.

4.Coloque contas básicas em seu nome

Ainda, outra dica importante para ter como aumentar o score é colocar o máximo de contas básicas em seu nome. Assim, é um indicador de estabilidade do consumidor, e uma forma de comprovar tanto a renda, quanto um endereço fixo para o cadastro.

Além disso, também é uma maneira dos órgãos de proteção monitorarem sua frequência de pagamentos, e se existem débitos em seu nome. Por isso, confira uma lista com as contas básicas que você pode incluir em seu CPF:

  • Água;
  • Luz;
  • Telefone (ou internet);
  • Mensalidades;
  • Conta de gás;
  • Financiamentos (casa, carro e outros).

Dessa maneira, você pode incluir esses conteúdos todos em seu nome, para garantir certa estabilidade aos olhos dos órgãos de proteção. Esta pode ser uma excelente estratégia para conseguir alguns pontos extras em seu score.

5.Evite pedir crédito muito rápido – como aumentar o score

Por fim, além de aumentar o score, é importante saber o que fazer para que sua pontuação não abaixe. Afinal, algumas ações, como consultas em excesso, podem causar oscilação e até mesmo retroceder seu avanço.

Então, evite pedir crédito de forma exagerada e em intervalos muito curtos de tempo. Dê um espaço entre uma solicitação e outra, para evitar perdas de pontos, ou espere até que a pontuação comece a estabilizar.

Como consultar o score do Serasa?

O score do Serasa fica disponível para uma consulta básica, caso o consumidor queira conferir como anda seu nome. Assim, você pode usar o site do órgão de proteção para ver como está sua saúde financeira, depois de aprender como aumentar o score.

Além disso, também é possível realizar a consulta (e de forma até mais simples), pelo aplicativo oficial do Serasa (para Android ou iOS). Então, é só realizar o cadastro com seu CPF e acessar suas informações, inclusive as dívidas em aberto que possui.

Por fim, para quem não tem acesso a dispositivos digitais, também pode fazer a consulta de forma presencial. Assim, basta procurar um correspondente para fazer a pesquisa, que em alguns casos possui cobrança de taxas pelo serviço.

Ainda, se quiser conferir mais dicas de economia para ajudar em sua vida financeira, basta continuar acompanhando nossos conteúdos. Deixamos vários artigos com informações úteis para te mostrar como deixar suas finanças em dia de forma descomplicada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.