Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Coleta seletiva: Entenda sua importância 

A coleta seletiva é um meio para recolhimento de resíduos, classificados através da sua origem e depositados em locais indicados por cores. 

Dessa maneira, eles podem ser resíduos orgânicos ou materiais recicláveis como papel, alumínio, vidro, plástico, entre outros. 

Além disso, alguns materiais possuem destinos especiais, como é o caso de materiais hospitalares e radioativo. 

A coleta seletiva tornou-se um processo importante para o planeta, assim como uma prática sustentável, por isso vale a pena ficar ligado no assunto, principalmente quem vai prestar o Enem e outros vestibulares, veja!

Coleta seletiva: Cores dos coletores de resíduos

Segundo o Conselho Nacional do Meio Ambiente “CONAMA” através da Resolução n° 275/2001 ficou estabelecido um código de cores utilizado para o destino de resíduos na coleta seletiva. 

Desse modo, as cores dos coletores dos resíduos deve seguir a seguinte ordem:

  • Azul: papéis e papelões;
  • Verde: vidros;
  • Vermelho: plásticos;
  • Amarelo: metais;
  • Marrom: resíduos orgânicos;
  • Preto: madeiras;
  • Cinza: materiais não reciclados;
  • Branco: lixos hospitalares;
  • Laranja: resíduos perigosos;
  • Roxo: resíduos radioativos.

Além dos coletores com cores específicas para cada material, existem outros, como por exemplo: Para o recolhimento do óleo usado, pilhas, baterias, rolhas, entre outros. 

Em grande parte a maioria das companhias que trabalham com esses materiais, recebem eles de volta depois da sua utilização. 

Podemos citar como exemplo dessa prática as empresas de telecomunicações que recebem celulares usados com o intuito de reciclá-los. 

A saber, essas medidas que a companhia realiza demonstra práticas de desenvolvimento sustentável que ajudam na manutenção ambiental. 

Importância

A coleta seletiva apresenta uma maneira ecológica para o descarte do lixo. Em conjunto com a educação ambiental e o desenvolvimento sustentável, a coleta seletiva contribui para a proteção do solo e das águas. 

Ademais, a intenção é separar todos os resíduos, utilizando-os na reciclagem dos materiais. 

Dessa maneira, todas as pessoas podem contribuir na separação de materiais, utilizando-se da teoria dos 3r’s; veja:

  • Reduzir: Mudança de hábitos de consumo, diminuindo a multiplicação de lixo 
  • Reutilizar: Reutilização dos materiais como por exemplo, sacolas plásticas, potes de vidro, entre outros. 
  • Reciclar: Reciclar materiais por meio de processos artesanais e industriais, transformando produtos usados em novos produtos. 

Desse modo, a coleta seletiva oferece diversos benefícios, veja os principais:

  • Maior consciência ambiental dos cidadãos
  • Evita a contaminação do solo e da água
  • Evita o desperdício dos recursos naturais não-renováveis
  • Promove a reciclagem (reaproveitamento de materiais)
  • Contribui para o desenvolvimento da economia (diminui custos de produção, gera empregos, entre outros.)
  • Alivia e prolonga a vida útil dos aterros sanitários

E então, gostou de saber um pouco mais sobre a coleta seletiva?

Não deixe de ler também – Atualidades: O uso e os perigos das cinzas de carvão.

 

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.